59795176_JX Rio de Janeiro RJ 09-07-2016 - Vasco da Gama x Brasil de Pelotas pela serie B do Campeon.jpgLonge de ter realizado uma exibição de gala, o Vasco, ao menos, fez o que se convencionou chamar de dever de casa. Em São Januário, venceu o Brasil de Pelotas por 2 a 0, voltou a vencer na Série B após duas derrotas e está de novo na liderança isolada.

TABELA: Confira os jogos e classificação da Série B

O gol do Vasco saiu de uma jogada de muita criatividade e habilidade de Thalles, que matou a bola e no mesmo toque já pôs Nenê na cara do gol. No meio de três marcadores que tentavam roubar a bola, Nenê conseguiu, com apenas dois toques, sair do cerco e chutar cruzado abrir o placar. Foi o 10º gol dele na Série B, da qual é o artilheiro.

Era de se esperar que o gol desse mais ímpeto para o Vasco buscar mais vantagem e uma situação confortável no decorrer do primeiro tempo. Mas aconteceu justamente o contrário. O time perdeu a posse de bola e a vontade de atacar. Ofereceu espaço a um até então inofensivo Brasil.

Aos 21, o visitante perdeu uma chance incrível e o vasco só não levou o empate por ter sorte no lance. Weldinho cruzou e Luan, ao tentar cortar, acertou a trave. No rebote, Ramon, com o gol vazio, tentou dominar em vez de chutar de primeira e Luan conseguiu recuperar e isolar a bola.59795233_JX Rio de Janeiro RJ 09-07-2016 - Vasco da Gama x Brasil de Pelotas pela serie B do Campeon.jpg

Já nos acréscimos, o Brasil armou bom contra-ataque e Ramon recebeu em boas condições. O camisa 9 chutou cruzado, mas em cima do goleiro Jordi. Fim de primeiro tempo, para alívio do Vasco.

Mas o segundo tempo começou de maneira semelhante, porque o Vasco manteve uma postura apática e, pior, não conseguiu arrumar a saída de bola e evitar a marcação adiantada do Brasil, que forçava o erro de passe. Aos 6, Washington cabeceou com perigo e a bola saiu à direita do gol.

A bola continuava a rondar perigosamente a área do Vasco, mas faltava qualidade ao Brasil na hora da conclusão.

LANCE POLÊMICO E RECLAMAÇÃO

Um raro desafogo do Vasco na primeira parte do segundo tempo acabou em um lance polêmico. Aos 18, Nenê cruzou da esquerda e a bola bateu na mão de Washington. Primeiro, o árbitro marcou o pênalti. Depois, consultou o assistente e voltou atrás, porque entendeu que não houve a intenção.

A atitude gerou muita reclamação, principalmente da parte de Nenê, que já havia recebido o amarelo e se arriscou a ser expulso. Ele, inclusive, não jogará a próxima partida, com a Luverdense, por ter sido seu terceiro cartão.

Em um momento tenso do jogo, Luan acalmou tudo para o Vasco, aos 26, ao fazer o segundo gol, escorando o cruzamento de primeira.

Na quarta-feira, o time recebe o Santa Cruz pela terceira fase da Copa do Brasil. Imagens de Vasco x Brasil de Pelotas