Cascavel – Um dos objetivos do Banco do Agricultor Paranaense é estimular os produtores rurais que utilizam o benefício do Tarifa Rural Noturna, subsídio que deixa as contas de luz mais baratas no período da noite, a migrar para geração de energia renovável (fotovoltaica ou biogás). O IDR/Paraná (antiga Emater) está convocando os usuários a se cadastraram na entidade e buscar esse financiamento. O governo do Paraná irá custear em até 3% os juros.

O Banco do Agricultor Paranaense é um instrumento que possibilita ao governo do Estado conceder subvenção econômica a produtores rurais, cooperativas e associações de produção, comercialização e reciclagem, e a agroindústrias familiares, além de projetos que utilizem fontes renováveis de geração de energia e programas destinados à irrigação, entre outros. Ele foi lançado em maio pelo governo do Paraná.

Já o Programa Tarifa Rural Noturna prevê desconto especial na tarifa de energia elétrica e dos encargos decorrentes desse serviço, inclusive no adicional de bandeira tarifária, relativa ao consumo de energia elétrica ativa no meio rural, das 21h30 às 6h. É aplicado desconto de 60% sobre a tarifa e o adicional de bandeira tarifária, de que trata a lei, ao consumo de até 6.000 kWh/mês por unidade consumidora que esteja vinculada ao número de inscrição no CPF ou no CNPJ do beneficiário. Recentemente, foi renovado até o fim de 2022, beneficiando 11 mil produtores rurais (avicultores, suinocultores e hortifrutigranjeiros no Paraná).

De acordo com Sergio Hem, zootecnista do IDR-Paraná, o governo do Paraná solicitou que fosse feito o levantamento desses usuários, que eles fossem estimulados a migrar e que eles teriam preferência na análise dos processos.

O economista Jefrey Albers, da Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná), afirma que já se trabalha com a hipótese de a tarifa rural noturna não ser renovada. “Já fizemos algumas articulações para pleitear a renovação por mais um ano e acreditamos que ela não irá acontecer. O programa será extinto e estamos assimilando essa realidade. Agora a alternativa é o produtor aproveitar esse programa do governo [Banco do Agricultor Paranaense] para abater os juros e buscar investir em energia solar ou biogás”.

 

Cascavel

Em Cascavel, os produtores devem fazer contato com o escritório do IDR-Paraná até 9 de julho de 2021 pelo telefone (45) 3219-9300 de segunda até sexta-feira, das 8h até as 17h., ou na sede, na Rua da Lapa, 2.654 (antigo escritório regional do Mapa).