Seleção Sub-20 estreia no Sul-Americano com empate diante da Colômbia

Após folgar na rodada de abertura, Brasil inicia a caminhada na competição neste sábado (19) e fica no 0 a 0 com os colombianos, em Rancágua, no Chile

A Seleção Brasileira Sub-20 estreou no Sul-Americano 2019 com um empate diante da Colômbia. Após folgar na rodada de abertura, o Brasil encarou os colombianos nesta sábado (19). No estádio El Teniente, em Rancágua, no Chile, o placar terminou inalterado. Com o empate sem gols, as duas equipes somam um ponto cada no Grupo A.

Unimed

A Canarinho volta a campo na próxima segunda-feira (21) para enfrentar a Venezuela. O confronto está marcado para as 20h30 (de Brasília), novamente no estádio El Teniente, em Rancágua, no Chile. Para avançar ao hexagonal final do Sul-Americano Sub-20 do Chile, a Seleção Brasileira precisa ficar entre os três primeiros do Grupo A.

O Sul-Americano Sub-20 distribui quatro vagas para o Mundial da categoria, que será disputado na Polônia entre os meses de maio e junho deste ano. Os três primeiros colocados também garantem presença no Pan-Americano, em Lima, entre julho e agosto.

O JOGO

A Seleção Brasileira dominou a posse de bola do primeiro tempo. Apesar de controlar as ações da partida, o Brasil encontrou dificuldades para furar o bloqueio defensivo da Colômbia, que aproximou as linhas de marcação e não cedeu espaços. No início da partida, Walce levou melhor pelo alto em duas oportunidades. Na primeira, a bola parou nas mãos do goleiro. Já na segunda tentativa, o cabeceio passou ao lado da trave. No último lance antes do intervalo, a Colômbia quase aproveitou a saída errada do goleiro Phelipe, mas Walce salvou em cima da linha.

No segundo tempo, a Colômbia voltou assustando o gol do Brasil. Após cruzamento da direita, o lateral-direito Emerson travou as finalizações e evitou o gol colombiano. Na cobrança de escanteio, o goleiro Phelipe fez grande defesa após o desvio de cabeça e manteve o zero no placar. A Seleção Brasileira respondeu aos 22 minutos, em trama ofensiva entre Rodrygo e Emerson, que o lateral finalizou com perigo. Nos acréscimos, o Brasil criou a melhor chance e ficou muito perto da vitória, mas o travessão impediu o gol de falta de Igor e o placar permaneceu inalterado.

BRASIL: Phelipe; Emerson, Vitão, Walce e Carlos; Luan Silva, G. Menino (Igor) e M. Bahia; Rodrygo (Tetê), M.Cipriano (Jonas Toró) e Lincoln. Técnico: Carlos Amadeu

 


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação