RIO ? Londres-2012. Segundo tempo de partida no torneio de handebol feminino. As meninas do Brasil vencem a Noruega por seis gols de diferença e se encaminham para uma inédita classificação às semifinais olímpicas. Mas um apagão transforma a euforia em lágrimas. A seleção brasileira acaba derrotada por 21 a 19. Fim do flashback. Rio-2016. Links handebol

A equipe verde e amarela, agora jogando em casa, com quatro anos de experiência a mais e um título mundial no currículo, tem nova chance de fazer História. Diante da Holanda, hoje, às 10h, na Arena do Futuro, pelas quartas de final, o Brasil quer finalmente estar entre os quatro melhores países da modalidade em uma edição dos Jogos.

APP RIO OLÍMPICO: Baixe grátis o aplicativo e conheça um Rio que você nunca viu

A seleção brasileira terminou a primeira fase na liderança do Grupo A. Em cinco partidas, foram quatro vitórias diante de Noruega, Romênia, Angola e Montenegro, e uma derrota para a Espanha. Já as holandesas ficaram na quarta posição do Grupo B, com apenas um triunfo (em cima da lanterna Argentina), dois empates (Coreia do Sul e Suécia) e dois resultados negativos (França e Rússia). Atual vice-campeã mundial (em 2015, lembrando que o título brasileiro foi em 2013), a Holanda passou recentemente pelo caminho das brasileiras. Pouco antes do início da Olimpíada, as equipes fizeram dois amistosos no Rio: empate por 23 a 23 e vitória do Brasil por 29 a 27.

? Isso não quer dizer nada. Amistoso é amistoso, competição é competição ? avisa a goleira Mayssa, que vem se revezando na posição com Babi, ambas destaques nas boas atuações brasileiras.

De olho nos detalhes: gritos

? Se vamos tirar alguma coisa dos amistosos que fizemos, elas também irão. Cada seleção tem o seu estilo, mas, com certeza, as duas equipes irão se preparar mais taticamente ainda. Agora é um confronto direto, e a questão tática vai pesar mais ? concorda o técnico da seleção brasileira, Morten Soubak.

Perto de fazer história, o grupo brasileiro foi abalado por uma notícia triste. A mãe da ponta-esquerda Fernanda, em evidência nas atuações da equipe até aqui, faleceu no último dia 9, após uma cirurgia. O fato não foi divulgado para a imprensa, mas a atleta o tornou público após postar um desabafo via rede social, na véspera da vitória por 29 a 23 contra Montenegro, anteontem, pela última rodada da primeira fase. Fernanda marcou quatro gols e teve boa atuação. Mas não conversou com os jornalistas sobre o assunto após a partida. Ela vem recebendo o apoio das companheiras pelo momento difícil.

? Somos um grupo, não só pelo que fazemos dentro de quadra. Também passei pela mesma situação no Mundial de 2013, quando perdi minha mãe. A gente se apoia, se ajuda. Não podemos deixar transparecer isso em quadra ? comenta a goleira Babi.

Quem passar do confronto terá pela frente o vencedor do duelo entre Espanha e França, também hoje, às 13h30m. Nos outros jogos do mata-mata, a Suécia encara a temida bicampeã olímpica Noruega, às 17h. A Rússia tenta espantar a zebra Angola, às 20h30m. Aliás, as russas fazem a melhor campanha até aqui no torneio, com 100% de aproveitamento, o que lhes valeu a primeira colocação do Grupo B. Conheça todos os esportes olímpicos da Rio-2016