A Transitar investirá mais de R$ 3 milhões na melhoria da segurança viária com reforço de sinalização horizontal de Cascavel, principalmente nos bairros e áreas deficitárias, onde a população, quase que diariamente, encaminha demandas. Pregão para contratação de empresa que fará este serviço com maquinário, mão de obra e material adequado para garantir maior durabilidade e agilidade ao cronograma de revitalização está aberto e será realizado no dia 22 de setembro.

Este investimento em sinalização horizontal é o maior do órgão de trânsito dos últimos tempos e atende a uma determinação do governo municipal, que trabalha permanentemente voltado a melhorar a qualidade de vida da população. E a segurança viária, como destaca o prefeito Leonaldo Paranhos, é componente fundamental neste cenário. “Somos a quarta melhor cidade do Brasil em planejamento e urbanismo e queremos continuar evoluindo, pois uma cidade inteligente investe em preservação da vida dos seus moradores, oferecendo melhores condições de acessibilidade e mobilidade também nos bairros. Junto com o asfalto novo, as calçadas e um conjunto de obras que estamos avançando, a sinalização é fundamental”, enfatiza Paranhos.

A intenção é iniciar os trabalhos atendendo as vias com fluxo pesado de veículos, como os binários e, posteriormente, ruas próximo a escolas, onde há grande movimentação de crianças, seguindo para unidades de saúde e cruzamentos com maior índice de acidentes, conforme análise da engenharia de trânsito, que identificou maior deficiência na sinalização. Serão consideradas as condições da via antes do início das intervenções; na sequência serão contemplados os bairros, conforme mapeamento da Autarquia, independente das solicitações, em toda cidade.

Segurança viária

De acordo com a presidente da Transitar, Simoni Soares, embora complementar à vertical, a sinalização horizontal tem maior percepção dos condutores, além de organizar a travessia de pedestres de maneira segura. Atualmente, com equipe própria de apenas seis servidores, a Autarquia tem conseguido realizar somente serviços pontuais, o que acabou gerando um déficit nos trabalhos de maior proporção, por isso optou-se pela terceirização.

“Com essa contratação poderemos sanar essas demandas mais antigas, que exigem um serviço mais robusto e extenso e um maquinário especializado, oferecendo segurança adicional à população. Entendemos que embora seja complementar, a sinalização horizontal é primordial para nós, uma vez que está relacionada à segurança viária. Esperamos, com essa melhoria, sanar problemas como excesso de velocidade e avanço de preferencial, que são fatores que provocam graves acidentes, pois muitas vezes o condutor não observa a placa e se baliza somente pela sinalização que está no chão”, explica Simoni.

O pregão eletrônico é para contratação de serviço completo de sinalização, incluindo mão de obra, durante 12 meses, e será utilizado conforme a demanda da Autarquia, com pagamento por metro quadrado. O certame será aberto às 9 horas, pela BBMNET Licitações, pelo critério menor preço por lote, com valor máximo de R$ 3.501.930,00.