São Paulo – A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou ter aberto um processo disciplinar para investigar um possível descumprimento de dois artigos por parte do Santos. O clube brasileiro é acusado de escalação irregular do volante Carlos Sánchez, na partida de ida contra o Independiente (ARG), pelas oitavas de final da Libertadores.

A polêmica se dá por causa de uma expulsão de Sanchez em 26 de novembro de 2015, na Copa Sul-Americana, quando ele atuava pelo River Plate. O jogador deixou o clube argentino e foi para o futebol mexicano, não cumprindo a suspensão automática em competições da Conmebol.

O Santos, no entanto, alega que o jogador tinha condições de jogo como consequência de uma anistia promovida pela Conmebol em seu centenário, em 2016, quando diminuiu pela metade a pena em vigor de jogadores em competições sul-americanas.

Além disso, o gerente jurídico do Santos, Rodrigo Gama, alega que existe um sistema da Conmebol chamado Comet que mostra que Sánchez não tinha punições a cumprir.

Basquete

A Confederação Sul-Americana divulgou a tabela da primeira fase do Campeonato Sul-Americano Adulto Feminino, que será disputado de 30 de agosto a 4 de setembro, em Tunja, na Colômbia. O Brasil, que está no Grupo A, ao lado do Paraguai, Venezuela e Chile, estreará no dia 30 (quinta-feira) diante das venezuelanas; enfrentará as paraguaias no dia seguinte; e encerrará a fase classificatória diante das chilenas, no dia 1 de setembro. Já o Grupo B conta com a anfitriã Colômbia, Equador, Argentina e Peru. Os dois melhores de cada chave avançarão à semifinal.