caiu.JPGRIO – Vencido pelo brasileiro Thiago Braz na final do salto com vara, o francês Runaud Lavillenie não se mostrou abatido ao ficar com a medalha de prata na prova, apesar de ter saltado apenas 5,98m, bem abaixo dos 6,16m que já alcançou, marca que faz dele o detentor do recorde mundial.

APP RIO OLÍMPICO: Baixe grátis o aplicativo e conheça um Rio que você nunca viu

O atleta elogiou o adversário, mas criticou o comportamento da torcida brasileira, que vaiou diversos adversários do atleta da casa.

– Faltou fair play da torcida, vaiar os adversários não é um comportamento muito esportivo. Estou feliz com a medalha de prata, ela veio em uma das disputas mais difíceis que já tive – afirmou.

Braz ficou com o ouro ao saltar 6,03m, uma marca inédita para o atleta, que estabeleceu o novo recorde olímpico. O americano Sam Kendricks, com 5,85m, levou para casa o bronze.