Rio do Salto – As aulas presenciais ainda não retornaram, mas, quando forem retomadas, os alunos da Escola Municipal do Campo José Bonifácio, no Distrito de Rio do Salto, terão uma agradável surpresa: a estrutura ficou moderna e bem mais acessível.

Na manhã dessa sexta-feira (7), o prefeito Leonaldo Paranhos e a secretária de Educação, Márcia Baldini, entregaram as obras de revitalização da unidade escolar.

E tem mais novidade no distrito. Durante a solenidade, o prefeito Paranhos autorizou a licitação do Cmei do Campo (Centro Municipal de Educação Infantil do Campo), o primeiro do interior do Município.

A secretária Márcia Baldini disse que a construção do Cmei irá marcar a história da comunidade de Rio do Salto.

Assim que o processo de licitação for concluída, será assinada a ordem de serviço para o início das obras.

Paranhos lembrou que o momento é de desafios e fez uma reflexão sobre a educação na atual situação de pandemia, mas ressaltou que, nos momentos de crises, surgem oportunidades de mudanças. Ele contou que recebe várias ligações de mães de alunos reconhecendo a importância da instituição escolar na vida das crianças.

“Esse momento fez com que a cidade percebesse que não é apenas aquele gesto de sair de casa e olhar para escola como se fosse um depósito, entregar o filho e se livrar dele, a educação é muito mais que isso. Como as crises são importantes, eu sei que nós vamos tirar proveito disso. Não tenho dúvidas de que as mães e os pais irão olhar para o servidor da educação, para o professor, a diretora, a coordenadora, a zeladora, a merendeira com outros olhos. Olhos de respeito”, disse o prefeito.

A secretária Marcia destacou que a educação é prioridade da gestão e elogiou a união da comunidade escolar do Distrito de Rio do Salto, que sempre foi participativa nas ações e nas decisões da unidade escolar.

Ela observou que as crianças terão um novo espaço quando retornarem às aulas: “A alegria das crianças é que enaltece a nossa alma e nós trabalhamos para isso. As crianças que estão aqui serão os líderes do amanhã”, disse.

Revitalização

As salas ficaram mais modernas, com móveis, brinquedos e materiais novos. Foram feitas instalações sanitárias de uso coletivo para possibilitar a existência de cabines para portadores de necessidades especiais.  Com instalações de divisórias em granito, foi possível a existência de um número maior de bacias sanitárias.

A revitalização contemplou, ainda, a substituição total dos revestimentos de pisos e paredes, instalação de novos aparelhos sanitários, nova rede de alimentação de água fria e sanitária, playground com grama sintética e a  construção de bancada em granito com cubas em louça e torneiras de acionamento automático. As instalações elétricas foram adequadas com instalação de luminárias com proteção contra impactos e quedas.

Histórico

A Escola Municipal do Campo José Bonifácio iniciou seu funcionamento em 1953. A primeira escola funcionou como instituição particular em 1953, na casa do senhor Antonio Boeira, com três turmas de 1ª, 2ª e 3ª séries e um total de 41 alunos.

Em 1965, foram construídas pela prefeitura as duas primeiras salas de aula de madeira, com cozinha e varanda, na quadra da Igreja Católica. A partir de 1977, o Instituto Fundepar construiu uma nova escola em alvenaria com quatro salas de aula, um conjunto de banheiros e cozinha, iniciando o atendimento aos alunos da 5ª série, com 46 estudantes matriculados.

Em 1978, foi construída a quadra de esportes pavimentada e, sete anos depois, mais três salas de aula e uma cozinha. Ainda em 1985, foi fundada a Escola Estadual Luiz Liberali, de 2º grau. Em 1990, a prefeitura desativou as escolas rurais que foram centralizadas na Escola José Bonifácio, após o espaço ser ampliado.

Hoje, a escola atende 255 alunos em nove turmas, dos quais 49 frequentam o tempo integral.