O governador eleito Ratinho Júnior também participou do Encontro Estadual promovido pelo Sistema Ocepar, que integra três sociedades distintas – Sindicato e Ocepar (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná), o Sescoop PR (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo) e a Fecoopar (Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná).

O presidente da Ocepar, José Roberto Ricken, apresentou os principais números do setor relativos a 2018. Neste ano, 215 cooperativas vinculadas ao Sistema Ocepar devem atingir o faturamento de R$ 83,5 bilhões, o que representa um crescimento de 18,8% em relação ao montante obtido no ano passado, que foi de R$ 70,3 bilhões.

Ratinho Junior foi um dos palestrantes e destacou a importância do agronegócio no Estado. “Nossa vocação é ser o celeiro do mundo e nós vamos assumir essa bandeira. Nós somos a fazenda do planeta. Essa é a nossa vocação e é isso que nós vamos assumir”, disse.

O governador eleito lembrou ainda de encontro no início da semana com o presidente eleito Jair Bolsonaro: “Eu me reuni com o presidente Jair Bolsonaro e discutimos um projeto que está parado desde a década de 90 e eu vou desengavetar. Vamos ligar o Porto de Paranaguá até o Chile, vamos fazer o maior corredor de exportação da América Latina. Todo Centro-Oeste brasileiro até o Sul vai exportar para a Ásia pelo Chile e para a Europa por Paranaguá”, detalhou.

Números

Alguns números apresentados durante o encontro mostram que as exportações do setor atingiram US$ 3,9 bilhões neste ano, 3,8% a mais que em 2017. As cooperativas paranaenses fecham o ano com R$ 1,9 bilhão em investimentos e R$ 2,1 bilhões em impostos recolhidos. Também houve aumento de 3,8% na geração de empregos diretos, com total de 96.666 novas contratações neste ano.