Essa foi a quantia negociada, pelo menos até agora, com o Refic. De acordo com balanço divulgado pela Secretaria de Finanças, foram atendidos mais de 15 mil contribuintes com dívidas com o fisco. E R$ 18 milhões foram renegociados. Do total dessa quantia, cerca de 30% optaram por pagar a dívida à vista. O restante por parcelar em 12,24 ou 36 vezes.

A expectativa da prefeitura de Cascavel é negociar R$ 25 milhões, pelo menos, e a meta está perto de ser batida. A verba vai fazer com que a prefeitura “respire” um pouquinho, visto o orçamento apertado e a necessidade de economias da atual gestão para conseguir fazer com que a máquina ande.

Prazo estendido

E o negócio está tão fomentado que a Prefeitura vai estender o prazo para mais alguns dias, ainda sem data prevista. O encerramento do Refic era para ocorrer no dia 1º de novembro, mas, visto a movimentação intensa, os contribuintes terão mais tempo para renegociar suas dívidas com desconto.

Uma força-tarefa, inclusive, foi montada em frente ao auditório da prefeitura, para atender aos cascavelenses. As dívidas mais comuns são as com relação ao IPTU e ao lixo.

Tributos contemplados

Estão contemplados na lei do Refic todos os tributos e taxas municipais, como IPTU, taxa de lixo, ISS, autos de infração, ITBI e contribuição de melhoria, entre outros. Ficam de fora apenas as chamadas multas-penalidades, aplicadas a contribuintes que não limparam seus terrenos, por exemplo.