Projeto que prevê maior segurança em bloqueios em rodovias avança na Alep

A proposta apresentada está avançando na Alep, com os pareceres favoráveis das Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Obras Públicas, Transportes e Comunicação.

A segurança nas estradas paranaenses tem sido uma preocupação constante dos motoristas que as utilizam diariamente. Na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), tramita o Projeto de Lei 360/2019, de autoria do deputado Marcio Pacheco (PDT), que traz várias medidas de segurança quando houver bloqueio das rodovias, durante a realização de obras de manutenção ou construção.

A proposta apresentada pelo deputado está avançando na Alep, com os pareceres favoráveis das Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Obras Públicas, Transportes e Comunicação. Atualmente, ela se encontra tramitando na Diretoria de Assistência de Plenário, ou seja, pronta para ser apreciada pelos deputados estaduais.

A expectativa de Pacheco é pela aprovação da matéria em Plenário. “Trata-se de um tema muito importante para a segurança dos motoristas que trafegam pelas rodovias de nosso Estado. O projeto de lei já foi aprovado pelas comissões técnicas e, se Deus quiser, será também aprovado em Plenário e se transformando em mais um instrumento para salvar a vida de pessoas. A vida não tem preço e temos que trabalhar para isso”, ressalta o parlamentar.

O Projeto 360/2019 recebeu um substitutivo por parte do relator deputado Delegado Jacovós que analisou as respostas positivas da Polícia Rodoviária Federal e Estadual a pedidos de diligência. “Há necessidade de obras, mas elas precisam ser feitas com segurança”, comentou o relator.

“É por isso que a CCJ trabalha: para projetos que têm impacto na vida das pessoas. O deputado Marcio Pacheco é proativo e conduz bons projetos aqui”, acrescentou o deputado Francischini, que é presidente da CCJ.

De acordo com Pacheco, a proposição tem a finalidade de garantir a segurança de motoristas e trabalhadores nas obras, bem como a fluidez no trânsito de veículos.

“Infelizmente esses bloqueios provocam congestionamentos e expõem as pessoas a riscos desnecessários. É preciso que o Departamento de Estradas de Rodagem e as empresas responsáveis pela manutenção das rodovias percebam o perigo e tomem as medidas necessárias para garantir uma viagem tranquila e segura para todos”, afirma o deputado.

Segurança

De acordo com o texto do Projeto de Lei 360/2019, as rodovias paranaenses se transformaram num grande problema em relação à qualidade dos serviços prestados. São obras mal gerenciadas, mal sinalizadas, com controle equivocado do tráfego, gerando problemas maiores, como aumento do tempo de viagem e o pior de todos, acidentes com vítimas fatais.

De acordo com Pacheco, já existem manuais de controle de tráfego durante a realização de obras, “sem a necessidade da paralisação do trânsito de veículos”. As barreiras têm o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores e dos motoristas, porém, nem sempre isso acontece.

No caso proposto pelo deputado, a velocidade será reduzida e será usado o acostamento, bloqueando-se apenas uma pista para a realização de obras necessárias. A outra pista e um dos acostamentos ficam livres para permitir o tráfego de veículos nos dois sentidos, além de uma sinalização adequada para a segurança dos motoristas e trabalhadores.



Fale com a Redação

um + 4 =