Cascavel – O Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) está lançando a Agenda Parlamentar 2020 para os futuros gestores públicos. O objetivo é o de fazer diagnósticos de problemas e propostas de soluções na implantação de políticas públicas nas áreas de engenharia, agronomia e geociências.

A apresentação das propostas aos candidatos a prefeito será feita em 33 municípios até 15 de novembro. “O foco será para que as propostas da agenda parlamentar sejam incorporadas aos planos de governo. Estamos nos colocando à disposição”, diz Ricardo Rocha, presidente do Crea-PR.

Quatro grandes temas foram apontados como relevantes pelo conselho regional: saneamento e resíduos; desenvolvimento regional e integrado; desenvolvimento rural e infraestrutura; e mobilidade e transporte.

O presidente da entidade aponta que dois grandes desafios estarão presentes na agenda dos futuros gestores: são questões relacionadas ao saneamento e à acessibilidade.

O primeiro é uma questão-chave. “Temos de avançar na coleta e no tratamento”. Segundo dados do IBGE, em 2018, 30,3% dos domicílios paranaenses ainda não estavam ligados a redes de esgoto ou a redes pluviais. O problema é maior entre a população mais carente.

Outra área importante para a qual os gestores municipais precisarão direcionar esforços é a acessibilidade. “As cidades precisam se adequar a conceitos que estão sendo incorporados ao planejamento urbano.”