O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, e a secretária de Educação, Márcia Baldini, assinaram autorização para a licitação para instalação e manutenção de equipamentos de reconhecimento facial em escolas municipais com valor máximo estimado em R$ 2.533.323,50, o suficiente para atender pelo menos 40 escolas ainda este ano.

De acordo com Paranhos, essa "é uma tecnologia já implantada em algumas cidades do País e que o Município traz para proporcionar segurança para as escolas, aos pais e às crianças".

Com essa tecnologia, os pais poderão saber que horas o filho entrou e saiu da escola, quais as tarefas a fazer e ainda será feito um monitoramento de forma a garantir aos pais a segurança de que os filhos estão em sala de aula.

É uma tecnologia que também ajuda no dia a dia do professor, que não precisará mais fazer a "chamada" dos alunos, uma vez que o sistema enviará aos professores a relação dos estudantes que estão presentes em sala de aula, ajudando reduzir inclusive o desperdício de alimentos. "Conhecendo o número de alunos na escola, as merendeiras poderão se programar e produzir a quantidade exata de lanche para o público daquele dia específico na escola. Além disso, o sistema também vai ajudar no registro de ponto dos servidores destas escolas", explicou Márcia Baldini.

A intenção do Município é instalar o sistema em todas as escolas municipais: "Vamos começar pelas escolas mais vulneráveis, aquelas onde temos problemas com segurança estendendo para toda a rede pública de ensino que faz parte do nosso programa escola segura", disse Paranhos.