Investir na primeira infância é a base para a formação de uma sociedade saudável e, em Cascavel, as ações e programas de governo desenvolvidas levaram o Município a ser incluído no Urban95, uma iniciativa da Fundação Bernard van Leer que dá suporte para municípios incluírem a perspectiva de bebês, crianças pequenas e cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e também nos seus programas e serviços. Cascavel foi a única cidade do Paraná selecionada para integrar a rede Urban95.

Na manhã desta quarta-feira (28), o prefeito Leonaldo Paranhos e o secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi, participaram de uma reunião virtual com prefeitos de todo o Brasil para apresentar as ações desenvolvidas. Durante a reunião, Cascavel foi enaltecida pelo programa Urban95 por ser uma cidade inovadora e referência para o Brasil.

Paranhos enfatiza que o investimento na primeira infância é a base da formação de uma sociedade e ser incluída na rede Urban95 é mais um passo que vai ao encontro daquilo que foi colocado no plano de governo para fortalecer as políticas públicas voltadas às crianças. Ele destacou as ações desenvolvidas em diferentes áreas do governo em prol da primeira infância que fortalecem o desenvolvimento humano.

“A primeira infância tem que ter a parte de diversão, de proteção, de saúde, de educação e assistência. É um conjunto de ações. Nessa fase há uma maior capacidade de aprendizagem. Cuidando das crianças estaremos cuidando de todas as pessoas”, afirma Paranhos.

 

Urban95

O programa está presente em 8 países e apoia 24 cidades no Brasil a pensar no planejamento urbano com base na seguinte pergunta: “Se você tivesse 95 cm de altura (a altura média de uma criança de três anos), o que você faria diferente na cidade?”. A partir de julho, Cascavel passa a integrar esse grupo junto com outras 10 novas cidades parceiras.

A prefeitura de Cascavel vai receber suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para primeira infância.