COTIDIANO

POD discute projetos da Nova Ferroeste

18 de junho de 2019 às 09:48
Publicidade

Foz do Iguaçu – Representantes da Mesa Diretora e da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD (Programa Oeste em Desenvolvimento), juntamente com o secretário de Planejamento e Coordenação-Geral do Paraná, Valdemar Bernardo Jorge, e o CEO da Ferroeste, André Luís Gonçalves, reuniram-se com o diretor-geral Brasileiro da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, e com o diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Kraemer Carbonell, para tratar sobre a Nova Ferroeste e a Rota Bioceânica em seu corredor central, que passará por Foz do Iguaçu com ligação ao Porto de Paranaguá.

Na oportunidade, o presidente Danilo Vendruscolo falou sobre a importância da nova ferrovia para o desenvolvimento econômico e social da região oeste, e com as demais autoridades presentes, pediu o apoio da Itaipu Binacional para a concretização desse objetivo: “É fundamental unirmos a sociedade e o poder público em torno do projeto da Nova Ferroeste e do corredor central da Rota Bioceânica, pois essa é uma obra de infraestrutura de extremo valor estratégico para o Paraná, o Paraguai e a América Latina”, afirma.

Para Vendruscolo, “faz-se necessário um trabalho conjunto com os países vizinhos, especialmente o Paraguai, para viabilizar a ligação do maior porto graneleiro do País, o Porto de Paranaguá, ao Pacífico, através da construção de uma ferrovia de alta capacidade de transporte e baixo custo operacional.

Projeto executivo

De acordo com o secretário Valdemar Bernardo Jorge, o governo do Estado vem trabalhando para viabilizar a elaboração do projeto executivo da obra, tornando possível realizar um forte trabalho de atração de investidores. “O projeto da ferrovia está entre as principais prioridades do governador Ratinho Júnior e o trabalho conjunto entre o setor produtivo, o governo do Estado e a Itaipu poderá garantir maior agilidade ao projeto”, explica.

Para o secretário, “o apoio da Itaipu para a atualização do projeto executivo do ramal da ferrovia de Cascavel a Foz do Iguaçu seria de grande importância para que tenhamos sucesso nesta tarefa”.

Missão de Itaipu

Para o general Silva e Luna, um projeto da envergadura de uma ferrovia tem potencial para trazer um grande impulso para o desenvolvimento econômico e social da região oeste, estando assim alinhado à missão e aos objetivos de Itaipu Binacional. “Por isso, Itaipu avaliará a possibilidade de atender ao pedido de apoio trazido pelo Programa Oeste em Desenvolvimento e pelo governo do Estado”.

Também participaram da reunião o segundo vice-presidente do POD, Rainer Zielasko, o presidente da Coopavel e membro da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD, Dilvo Grolli, e o vice-presidente da Fiep e membro da Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD, Edson Vasconcelos.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE