Panorama regional do dia 14 de janeiro de 2020

Dinheiro ao Lar dos Idosos

Representantes do Balneário Ipiranga, em São Miguel do Iguaçu, repassaram ao Lar dos Idosos Dom Scalabrini o dinheiro arrecadado na portaria do Terminal Turístico no dia 31 de dezembro, na festa da virada do ano. Em dezembro o prefeito Claudio Dutra autorizou a cobrança de taxas de utilização da estrutura física do Terminal Turístico de Balneário Ipiranga na temporada de verão à Associação de Moradores de Balneário Ipiranga. A entrada de carros e pessoas na praia é gratuita, mas no dia 31 de dezembro foi cobrada uma taxa simbólica de R$ 5 ou um quilo de alimento. E  agora a entidade repassou ao Lar o valor de R$ 1.750.

Regularização fundiária

A Prefeitura de São Miguel do Iguaçu e a Adeha-SC (Associação para o Desenvolvimento Habitacional Sustentável) realizaram na última sexta-feira (10) a primeira audiência pública para regularização fundiária. Em São Miguel existem 672 domicílios, em 18 ocupações irregulares, sendo 13 em área urbana e cinco na área rural. Informações: (45) 3565-8178.

Sem papel

O poder público de Santa Terezinha de Itaipu deu início à implantação do protocolo 100% digital. Na semana passada, parte dos funcionários de todos os departamentos e das secretarias recebeu treinamento para atuar com a plataforma 1DOC, ferramenta digital de comunicação, atendimento e gestão documental que eliminará os trâmites em papel da administração. O serviço de atendimento à população será mantido e a troca será gradual.

Pedra fundamental I

A comunidade universitária participou ontem (13) do lançamento da pedra fundamental do Câmpus Integração da Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana). O ato simbólico marca o início das obras do edifício de Salas de Aula, além de fazer parte das comemorações do 10º aniversário da Unila, comemorado no dia 12 de janeiro.

Pedra fundamental II

As obras começarão nos próximos dias. O prédio terá área construída de 2.444,13 metros quadrados, composto por dois pavimentos e 13 salas de aula com capacidade para atender 1.725 alunos. Além do prédio de salas de aula, o Câmpus Integração também conta com o Alojamento Estudantil, que está em fase de finalização.

Separação do lixo

Em Marechal Cândido Rondon, existem duas entidades responsáveis pela coleta, triagem e venda do material reciclável. A Acan (Associação dos Catadores Amigos da Natureza) e a Cooperagir (Cooperativa de Agentes Ambientais de Marechal Cândido Rondon), que é composta por 60 famílias que retiram seu sustento desse trabalho. Uma empresa terceirizada pela prefeitura trabalha na coleta do material orgânico, que é destinado para o aterro sanitário. Mas constantemente essas entidades registram problemas na separação do lixo. Situação frequente é lixo orgânico misturado ao lixo reciclável e vice-versa. Por isso, o Departamento de Meio Ambiente da prefeitura volta a alertar a população sobre a importância da separação adequada. Quem tiver dúvidas, pode contatar a Secretaria de Meio Ambiente.

 



Fale com a Redação

1 × 2 =