Assis Chateaubriand – O governo municipal trabalha para que Assis Chateaubriand mantenha o crescimento dos últimos anos, mas com o propósito que esse desenvolvimento ocorra de forma planejada e sustentável. Nesse sentido, representantes do Executivo estiveram reunidos com a gerência regional da Sanepar para alinhar os novos investimentos que serão feitos em saneamento básico nos próximos anos.

Para ampliar o sistema da rede de esgoto e construção de uma nova estação de tratamento, o Município receberá investimento de R$ 42,9 milhões pela Sanepar. Hoje, o sistema de esgotamento sanitário atende 41,5% da população urbana de Assis. Com a ampliação, a disponibilidade da rede coletora de esgoto atingirá 70% de cobertura.

Conforme o Plano Municipal de Saneamento Básico, esse investimento deve acontecer até 2025, mas o governo municipal oficializou à Sanepar o interesse que o compromisso seja concluído dois anos antes, ou seja, até 2023. O Município também solicita que os investimentos alcancem o patamar de 80% de cobertura da rede coletora.

“Estamos planejando a nossa cidade para o futuro. Por isso, desde a gestão do Marcel Micheletto, trabalhamos para que a Sanepar faça investimentos vultosos em Assis Chateaubriand. Parte desse planejamento já foi feito, com a ampliação da capacidade de abastecimento de água, o que resolveu o problema de constante falta de água em alguns bairros da cidade. Agora, precisamos ampliar a rede coletora de esgoto e estamos buscando fortalecer esse compromisso da Sanepar com o nosso município”, destacou o prefeito João Pegoraro.

O ofício foi entregue ao gerente regional da companhia em Toledo, Eduardo Luiz Arrosi, que esteve acompanhado do coordenador de planejamento, João Carlos Lopes, e do assistente de diretoria, Valter Alves de Oliveira, que gerencia o escritório de Assis. “Verificamos a necessidade de investimento para atender Assis pelos próximos 30 anos, principalmente no que se refere a esgoto sanitário. Por isso, estamos negociando o prazo para fazermos a captação de recursos”, diz o gerente regional.