Toledo se destaca por ser uma cidade que está em constante expansão. Um exemplo disso é que o município ficou em 43º lugar entre as 100 melhores cidades para investir em negócios. Essa é uma pesquisa da Revista Exame, publicada no dia 31 de outubro deste ano. No ano passado Toledo ocupava a 58º colocação. Devido ao índice positivo nos setores da saúde, educação, economia, transporte, áreas financeiras e de infraestrutura, o município tem melhorado no ranking.

O município que tem grande importância no agronegócio a nível nacional, desde o ano passado teve um crescimento na expedição de alvarás. De acordo com dados cedidos pelo Departamento da Receita da Prefeitura, foram 1.525 novos investidores no município em 2017, entre Microempreendedor, Microempresa Individual (MEI), Pequeno, Médio e Grande Empreendedor. Em relação a empresas que fecharam as portas, 457 deram baixas em seu alvará. Dando a Toledo um saldo positivo de 1.068 novos investidores. Até o mês de outubro deste ano, 1.250 empresas já abriram as portas e outras 385 deram baixas nos alvarás.

O setor que é destaque na geração de empregos e novas empresas é o de serviços. Segundo o secretário da Fazendo Balnei Rotta, isso é devido a verticalização que o município tem tido, na construção de novos prédios residenciais e empresariais. “Nesses dois últimos anos percebemos que diariamente novos prédios estão surgindo. Com isso, a mão de obra é necessária, o que gera empregos todos os dias”.

Balnei explica que um dos fatores que auxiliou no saldo positivo na abertura de alvarás é a criação de novos MEIs. “O MEI oferece uma possibilidade do pequeno empreendedor gerenciar os seus negócios pela simplificação na carga tributária. A própria construção civil está contratando serviços, fazendo com que o autônomo possa estar legalizado conforme pede a Lei”.

O prefeito Lucio de Marchi destaca que o crescimento do município se deve à estrutura urbana e o meio econômico que favorece à empregadores e empregados. “Ser considerado um dos municípios com maior potencial de crescimento no Brasil é reflexo do trabalho árduo das pessoas do município. A vontade de crescer e desenvolver mostra uma população que visa sempre em melhorar seu futuro. A Prefeitura dá total apoio para esses novos investidores e está à disposição para eles”.

O professor e economista Jandir de Lima salienta que de acordo com os dados do último Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged) e dos alvarás, o município de Toledo “vem apresentando uma recuperação gradativa da economia. Devemos lembrar que uma parte da mão de obra que estava desempregada migrou para o MEI, presentando serviços. Isso atualmente se deve ao setor de agroindústria, têxtil, roupas, metal e mecânico, produção farmacêutica, entre outras atividades”, destaca Jandir.

Uma das empresas que realizou a abertura de alvará neste ano foi a Polo Empreendimentos, na Vila Industrial. Um dos sócios, o engenheiro civil Felipe Casola relata que a empresa surgiu de um conjunto de ideais. “Vimos a necessidade de oferecer um trabalho como o nosso para o município, por isso, em quatro sócios, criamos uma empresa que oferece serviços de engenharia, arquitetura, entre outras atividades voltadas para a construção civil”.