Único que depende de si para ser campeão mundial, Gabriel Medina quer chegar à conquista sem precisar torcer por tropeços dos rivais. Para que isso aconteça, o brasileiro tem que alcançar a final do Pipe Masters, o que sepultaria as chances de Julian Wilson e Filipe Toledo, seus dois concorrentes ao caneco. E para isso Medina já largou bem na etapa havaiana ao derrotar Connor O'Leary e Benji Brand, na quinta-feira, avançando direto à terceira rodada. Já Filipe Toledo perdeu na estreia e precisou ir à repescagem, que foi aberta ontem, às 15h30 (de Brasília). A janela de disputas em Pipe Masters irá até o dia 20 de dezembro.