Londres – O sonho do sexto troféu de melhor jogadora do mundo se tornou realidade. Aos 32 anos, a brasileira Marta foi eleita no prêmio The Best, da Fifa, como a melhor do ano no futebol feminino. Consequentemente, isolou-se como a atleta que mais vezes venceu o troféu – Cristiano Ronaldo e Lionel Messi têm cinco cada.

“Oh, meu Deus! Eu realmente estou sem palavras, é um momento fantástico. As pessoas falam assim: ‘você já esteve nessa posição tantas vezes, e em todas se emociona!’ Realmente, eu faço isso porque representa muito para mim. Desde o primeiro momento em que eu realmente enxerguei que era a melhor coisa que eu fazia na vida, que era jogar futebol e praticar esse esporte tão fantástico”, emocionou-se.

“Eu só tenho a agradecer, lógico, primeiro a Deus por me dar saúde constantemente para lutar por meus objetivos. Não podia deixar de agradecer, obviamente, às minhas companheiras de clube e seleção. Às pessoas que estão comigo me dando suporte. Às atletas que são companheiras de trabalho e votaram em mim… Eu só tenho a agradecer, isso é fantástico. Um momento mágico, obrigada”, agradeceu Marta.