RIO – O laboratório farmacêutico americano Pfizer superou as expectativas no segundo trimestre graças às sólidas vendas de seus medicamentos, que lhe permitiram neutralizar o impacto negativo das variações cambiais.

O lucro líquido caiu 23,1% em um ano, a US$ 2,02 bilhões, mas o lucro por ação foi de US$ 0,64, contra US$ 0,62 antecipados pela média dos analistas.

O volume de negócios, por sua vez, cresceu 10,9%, a US$ 13,15 bilhões, número superior aos US$ 13,01 bilhões esperados, anunciou nesta terça-feira o grupo americano.