Os campeões do Campeonato Paranaense de Velocidade de 2021 serão conhecidos neste fim de semana em Londrina. O Autódromo Internacional Ayrton Senna sedia neste sábado e domingo a terceira e última etapa da temporada. A promoção e organização serão da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo), com apoio do London Hotel. Também faz parte da programação a segunda e última etapa do Metropolitano de Speed Fusca de Londrina.

 

Classificação do Paranaense de Velocidade após a 2ª etapa

Categoria Marcas

Pos.   Piloto Pontos

1º)     Ruslan Carta Filho         77

2º)     Rafael Balestrin    65

3º)     Rafael Barranco   62

4º)     Ariel Barranco      36

5º)     Emerson Luiz Grochoski 28

 

Categoria Marcas B

1º)     Henrique Basso    88

2º)     Gilberto Silveira da Silva         52

3º)     Ozias Tavares da Silveira Júnior        48

4º)     Leonardo B. Grochoski  40

5º)     Elberto Max B. Alves     39

 

Categoria Turismo A

1º)     Jorge Augusto M. P. Silva       71

2º)     Pierre Sabbagh     39

3º)     Guilherme Ragnini         38

Stive Augusto Tokarski  38

5º)     Elton Antunes de Oliveira        29

Alexandre Laska Domingues   29

 

Categoria Turismo B

1º)     Gustavo Andre Machado         82

2º)     Rafael Possenti     35

3º)     Evandro A. Theiss de Athayde 33

4º)     Nilton da Silva Filho      32

5º)     Admilton Farias   30

Marcelo João de Oliveira Filho 30

 

Categoria Turismo C

1º)     Iwan Mykytczuk Júnior  79

2º)     Matheus de Borba 43

3º)     Christian Rovert Pampuch       38

4º)     Narciso Verza      28

5º)     James Schwerdtner        26

 

 

Crédito: Victor Lara

 

Decisão na Velocidade na Terra

O Autódromo Bom Futuro, em Cuiabá (MT), será palco neste sábado das provas decisivas do Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra. Disputado em etapa única, serão conhecidos os campões das categorias Autocross, Kartcross e Turismo VNT. Todas as provas serão transmitidas ao vivo pelos canais digitais do VNT Brasil (www.youtube.com/vntbrasil), a partir das 13h (horário local e 14h no horário de Brasília), com narração de João Paulo Morini, comentários de Djalma Fogaça e reportagens de Caio Scafuro.

 

Arrancada na Terra terá 5ª etapa em Ponta Grossa

O Ponta Grossa Motor Clube realiza neste sábado e domingo a quinta etapa do Campeonato Paranaense de Arrancada na Terra. A etapa será disputada nas categorias Standard, Dianteira Turbo C, Street Tração Traseira, Turbo Traseira, Desafio 9.5, Dianteira Turbo B, Desafio 10.5, Dianteira Original, Estrututada, Desafio 8.9, Força Livre Dianteira, Força Livre Traseira, Dianteira Super, Desafio Força Livre, Traseira Super e Penélope. A organização será de Carlos Alberto Soares e sua equipe, com supervisão da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo).

A programação do evento para os dois dias de prova serão o mesmo: Abertura dos portões do Autódromo de Ponta Grossa às 8 horas. Os Treinos Livres serão realizados das 9 às 11 horas e em seguida as baterias classificatórias válidas e finais. As credenciais para acompanhantes nos boxes serão vendidas a R$ 50,00, para os dois dias. E o evento também estará aberto ao público, com o ingresso a R$ 30,00 por pessoa, para os dois dias. As normas sanitárias da Secretaria de Saúde da cidade estarão sendo cumpridas à risca, com o distanciamento entre as pessoas, sem aglomerações e obrigatório o uso das máscaras individuais.

 

 

Museu I

Cascavel agora tem oficialmente o Museu da Velocidade, criado na quinta-feira à noite, quando o prefeito Leonaldo Paranhos assinou o decreto de criação do mesmo. Inicialmente irá funcionar nas salas 9 e 9B do Teatro Sefrin Filho. No futuro, a idéia é construir a sede no interior do Autódromo Zilmar Beux.

 

Museu II

Nos discursos de Roberto Wypych Júnior, presidente do Instituto Jaci Pian; e do prefeito Leonaldo Paranhos, na solenidade de criação do Museu, ficou claro que o mesmo terá a finalidade de valorizar aqueles que fizeram, fazem ou vão fazer algo pelo automobilismo de Cascavel. Como daqui para frente todos os meses serão feitas ações, será possível valorizar aqueles que por algum motivo foram esquecidos. Isto será um dos pontos mais importantes do Museu.

 

Museu III

Museu da Velocidade, mas para mim é Museu do Automobilismo (de todos os esporte a motor, inclusive motonáutica e jet ski). E como não existe outro museu semelhante no Estado, acho que logo devemos registrar o nome do Museu de Automobilismo do Paraná.

 

Verbas

Agora com o museu oficialmente criado, deve-se pensar em buscar verbas nas secretarias de Cultura e de Turismo do Governo do Paraná; e nos ministérios do Esporte e Cultura, do Governo Federal, para construirmos no autódromo um museu a altura da cidade de Cascavel, e principalmente a altura deste esporte. Dinheiro nestes órgãos há, só falta fazer bons projetos.