Nota oficial sobre os pedágios

O Ministério da Infraestrutura divulgou nota oficial ontem à noite informando que “chegou a um consenso com o governo do Paraná, assim como com os representantes da sociedade e do setor produtivo, sobre o modelo de concessão para as rodovias do estado para os próximos 30 anos”. São 3.372,8km de rodovias, seis lotes e R$ 43,4 bilhões de investimento. “Em breve, o MInfra divulgará os detalhes sobre o modelo, que alia desconto tarifário e aporte de recursos para o desenvolvimento logístico do Paraná”, finalizou. Conforme a assessoria, “em breve” significa “próximos dias”.

 

Não à praça!

Apesar de o MInfra citar acordo com setor produtivo, não é bem assim. O Codesc reagiu ontem à manutenção da praça de pedágio entre Cascavel e Toledo. “Já debatemos o tema entre as entidades, foi deliberado ‘somos contra a implantação!’”, ressaltou Alci Rotta Junior, que preside o Codesc (Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável), que tem a representação de mais de 65 entidades de classe em Cascavel.

 

Bem baixa

Na segunda, o governador Ratinho Junior tentou defender a praça, dizendo que teria uma tarifa “bem baixa” apenas para pagar serviços, como ambulância. Contudo, ele reforçou que tem insistido com o ministério para retirá-la, só que a decisão é do governo federal.

 

Celular clonado

Um dia depois de ter o celular clonado, o governador Ratinho Junior informou que conseguiu reaver a conta sem que nenhuma informação importante tenha sido acessada. O problema foi identificado apenas no WhatsApp, que foi utilizado para pedido de dinheiro, mas ninguém caiu no golpe. O caso está sendo investigado pelo Nuciber (Núcleo de Combate aos Cibercrimes), da Polícia Civil do Paraná, e espera-se que, desta vez, cheguem aos golpistas.

 

Repúdio

Por falar em Ratinho… A Câmara de Cascavel aprovou, por 12 votos a sete, moção de repúdio ao governo do Estado do Paraná por não prever, pelo sétimo ano consecutivo, a reposição salarial dos servidores na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Ninguém arriscou tocar no assunto um dia antes, quando ele esteve em Cascavel.

 

Sessões presenciais

A Assembleia Legislativa do Paraná vai retomar a realização de sessões totalmente presenciais ainda neste mês, com o retorno dos deputados estaduais ao plenário da Casa. A decisão da Mesa Executiva é de que os deputados retornem de forma presencial em 24 de agosto. As sessões remotas foram adotadas em março do ano passado, devido à pandemia.

 

Nota Paraná

Em seis anos, o Nota Paraná já devolveu aos paranaenses mais de R$ 2,1 bilhões. De acordo com a Secretaria da Fazenda, são R$ 1.962.676.368,35 em devoluções e R$ 236,9 milhões em sorteios. São cerca de 3,8 milhões de consumidores inscritos no programa desde o início. O objetivo do programa é incentivar o consumidor a pedir o CPF na nota e, assim, obrigar a empresa a emitir o documento fiscal, sem risco de sonegação.

 

 

Pauta cheia

O líder do Governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP), manifestou otimismo quanto às votações da pauta econômica e das reformas e privatizações neste segundo semestre legislativo. “A pauta é do Congresso. Os temas já estão articulados e amadurecidos e vamos votar a Reforma Administrativa, a regularização fundiária e as medidas provisórias que estão pendentes na Câmara. Temos uma série de matérias relevantes que serão votadas nestes 15 primeiros dias de agosto”, ressaltou.