Flavio Bolsonaro no Patriota

O senador Flávio Bolsonaro confirmou ontem sua filiação ao partido Patriota. O filho do presidente Jair Bolsonaro havia comunicado sua desfiliação do Republicanos na última semana e afirmara que pretendia se filiar na mesma legenda do pai: “Com muita honra, comunico minha filiação ao Patriota. Participei diretamente de sua refundação, em 2018, desde a elaboração de seu estatuto, com previsão inédita de ser o 1ª partido de direita do Brasil, até a escolha do nome ‘Patriota’”, disse o senador.

 

E o pai?

A ação de Flávio é considerada um indicativo de que o partido deve filiar também o presidente Jair Bolsonaro. Durante a reunião de ontem, o presidente do Patriota, Adilson Barroso, não escondeu o desejo de receber o presidente da República: “Vamos ser grandes. Ele [Bolsonaro] vem hoje para o partido sem pedir uma bala. Aqui no Patriota ele confia em mim e não quer nada de nós”, disse Barroso.

 

Vice de Ratinho?

A ida de ao menos um Bolsonaro ao Patriota pode dar maior visibilidade ao deputado federal Evandro Roman, de Cascavel, e já tem gente o colocando como vice de Ratinho Junior ano que vem.

 

90 dias e contando

A PEC do fim do foro privilegiado, proposta do senador Alvaro Dias (Podemos-PR) já aprovada no Senado, está pronta para ser levada ao plenário da Câmara dos Deputados desde 11 de dezembro de 2018, quando os deputados deram aval ao texto em comissão especial. Na atual legislatura, a PEC do fim do foro é a proposta que mais recebeu requerimentos para votação: foram 26 pedidos apresentados por deputados de 11 partidos (Podemos, PSB, Novo, PSL, PSD, Avante, PSDB, MDB, Solidariedade, Republicanos, Cidadania).

 

Licença-prêmio

A Assembleia Legislativa aprovou, ontem, em primeiro turno, por 31 votos favoráveis, 16 contrários e três abstenções, projeto da Procuradoria-Geral de Justiça que estabelece o estatuto dos servidores do Ministério Público do Paraná e recria a licença-prêmio para os funcionários do órgão. O MP alega que a proposta garante isonomia com os servidores do Tribunal de Justiça do Paraná e do Tribunal de Contas (TCE/PR). Em 2019, a Alep aprovou proposta do Governo Ratinho Júnior que extinguiu o benefício para servidores do Executivo, alegando necessidade de corte de gastos.

 

CNM 2021-2024

Com homenagem às mais de 460 mil vítimas da covid-19 no Brasil e reconhecendo a importância de mais participação de mulheres na política, o presidente de honra da CNM (Confederação Nacional de Municípios), Paulo Ziulkoski, assumiu o próximo triênio da entidade nessa segunda (31). A nova diretoria empossada estará à frente da Gestão 2021-2024.

 

Mobilização

O deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus da Assembleia Legislativa do Paraná, destacou a mobilização da FNP (Frente Nacional de Prefeitos) pela vacinação contra a covid-19 por critério de idade decrescente, a partir dos 59, independente de comorbidade ou não. “É na faixa etária entre 50 e 60 anos que se concentram as maiores partes das comorbidades. A decisão desburocratiza, deixa de trazer confusão, e agiliza a vacinação, o que mais precisamos agora”, disse.

 

Transparência total

Foz do Iguaçu está entre as 36 cidades paranaenses a atingir 100% de transparência no processo de vacinação contra a covid-19, conforme o levantamento feito pelo TCE-PR. Entre os municípios com mais de 250 mil habitantes, Foz do Iguaçu foi o único a atingir nota máxima, à frente de Cascavel (95%), Londrina (90%), Maringá (70%), São José dos Pinhais (70%) e Ponta Grossa (15%). Dentre os outros 34 municípios que atenderam a 100% dos critérios, estão outros oestinos: Céu Azul, Guaíra, Ibema, Jesuítas, Marechal Cândido Rondon, Pato Bragado, Terra Roxa e Toledo.