Alvaro candidato?

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) decidiu se lançar candidato a presidente do Senado. Em mensagens a parlamentares, Dias falou em um "Legislativo independente" e em "rejeição a qualquer tentativa de invasão de competência do Judiciário". O senador também propôs uma "valorização das iniciativas dos parlamentares, priorizando-as quando ocorrer coincidência com as propostas do Executivo". No texto, Alvaro Dias não se declara explicitamente candidato, mas fala que essas são ideias que ele acredita que devam ser as do próximo presidente do Senado. As informações são de Gabriel Hirabahasi, na coluna Expresso, da Época.

Pesquisa

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 53,2% dos brasileiros são a favor da reeleição a presidente da República, enquanto 41,6% são contra; 5,2% não opinaram ou não souberam responder. O Paraná Pesquisas entrevistou 2.006 eleitores de 12 a 15 de dezembro em 148 cidades em todo o País. A margem de erro é de 2 pontos e o grau de confiança, de 95%.

Manifestação I

A OAB Paraná, a AATPR (Associação de Advogados Trabalhistas do Paraná), a Abrat (Associação de Advogados Trabalhistas), a Amatra (Associação dos Magistrados do Trabalho) da 9ª Região, o Sinjutra (Sindicato dos Trabalhadores da Justiça do Trabalho), o TRT-PR (Tribunal Regional do Trabalho do Paraná) e o MPT (Ministério Público do Trabalho) no Paraná farão um ato público em defesa da Justiça do Trabalho na próxima segunda-feira (21), às 13h, no átrio do Fórum da Justiça do Trabalho de 1º Grau de Curitiba.

Manifestação II

O ato é uma resposta à declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre a possibilidade de extinção da Justiça do Trabalho. As entidades defendem que a Justiça do Trabalho é promotora de desenvolvimento social e do respeito à dignidade humana.

Nomeações

O governador Ratinho Júnior definiu os novos chefes dos Núcleos Regionais de Educação. Para Cascavel ficou Nildo Santello; em Toledo assume José Carlos Pereira Guimarães; em Assis Chateaubriand fica Marineide Azevedo Dioto; e, em Laranjeiras do Sul, Lídio dos Santos. Na Paraná Edificações, a gerência regional do escritório de Cascavel fica a cargo de Gilnei Luis dos Santos.

Comissionados I

A Assembleia Legislativa do Paraná tem, em média, 32 funcionários por deputado. Só para ter uma ideia, em Brasília cada deputado federal tem direito a nove. Por conta disso, a conta com assessores é salgada. Devido ao início do novo mandato, a Alep determinou a exoneração dos 1.503 comissionados em 1º de fevereiro. A partir de então essas cadeiras devem ser ocupadas por outros 1.503 comissionados.

Comissionados II

O gabinete de cada um dos 54 deputados estaduais paranaenses tem direito à verba de R$ 96,5 mil mensais para gastar com a contratação de até 23 funcionários comissionados: são R$ 5,211 milhões por mês. Contudo, a Casa tem outros empregados de livre nomeação, indicados pelos próprios deputados.

Nova gestão

A implantação de um sistema de gestão mais eficiente e enxuto e a modernização dos processos, com a adoção de novas tecnologias em todas as etapas dos trabalhos são algumas das principais medidas a serem adotadas na Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná), de acordo com o novo presidente, Jorge Lange.

Independente

Jorge Lange disse que trabalhará em conjunto com os colaboradores para tornar a Cohapar independente novamente, enquanto investe fortemente em ações para a população, com a expansão de casas populares e a documentação de imóveis sem registro.

Café da manhã

A Mesa Diretora e a Procuradoria Jurídica da Câmara de Vereadores de Cascavel realizam café da manhã nesta sexta-feira (18). O procurador Rafael Salvatti vai apresentar a construção da missão norteadora da Procuradoria.