Sudoeste elege 7 deputados

A região sudoeste do Paraná terá a representatividade de dez deputados – três na Câmara e sete na Assembleia Legislativa. Os mais votados para a Assembleia foram Paulo Litro (PSDB), que fez 68.791 votos, e Guto Silva (PSD), com 66.412 sufrágios. Ambos foram reeleitos. A petista Luciana Rafagnin conseguiu seu retorno depois de quatro anos. A região tem ainda Ademar Traiano (PSDB), Nelson Luersen (PDT) e Luiz Fernando Guerra (PSL). Leandre Dal Ponte (PV) foi reeleita para a Câmara dos Deputados com a maior votação na região: 123.958 votos.

Patente militar I

Pelo menos 8% dos 961 candidatos militares que disputaram as eleições desse domingo (7) conseguiram ser eleitos. Impulsionados por temas como a segurança pública e o combate à corrupção, esses candidatos acabaram se destacando em todos os estados e para todos os cargos em disputa.

Patente militar II

Ao todo, em um levantamento que considera apenas os que se declararam militares, é possível apontar pelo menos 79 nomes confirmados também para cadeiras no Congresso Nacional e nas assembleias legislativas. Entre esses, já estão asseguradas duas vagas no Senado e 22 na Câmara. Nos estados, o número passa de 60 parlamentares.

20 dias de campanha

Mal terminou a apuração dos votos do primeiro turno das eleições, o tempo começa a correr para os candidatos que disputarão o segundo turno no dia 28. São apenas 20 dias de campanha, que pode ser retomada a partir de hoje. O horário eleitoral gratuito na TV e no rádio começa na sexta-feira e vai até o dia 26. A votação será dia 28 de outubro.

Erramos

Ao informar os candidatos que disputam o segundo turno no governo de São Paulo erramos o partido de Márcio França, que é do PSB e não do PSDB. O candidato tucano é João Doria.

Faltantes

O eleitor que não pôde votar no primeiro turno das eleições e não conseguiu justificar a ausência ainda pode preencher o formulário de justificativa eleitoral pela internet ou entregá-lo pessoalmente em qualquer cartório eleitoral. Há também a possibilidade de enviar o formulário pelo correio para o juiz eleitoral da zona eleitoral. O prazo para justificar é de até 60 dias após cada turno da votação. Além do formulário, o eleitor deve anexar documentos que comprovem o motivo que o impediu de comparecer no dia do pleito.

No site

Pela internet, o eleitor pode justificar a ausência utilizando o “Sistema Justifica” nas páginas do TSE ou dos tribunais regionais. No formulário online, o eleitor deve informar seus dados pessoais, declarar o motivo da ausência e anexar comprovante do impedimento para votar. Quem não votou no primeiro turno nem justificou não fica impedido de votar no segundo turno, dia 28 de outubro.

Perímetro

A Câmara de Foz do Iguaçu discute nesta quarta-feira, às 9h, em audiência pública, redefinição do perímetro urbano. A Secretaria Municipal de Planejamento deve explicar as alterações. O projeto em discussão destaca que o território do Município de Foz do Iguaçu está dividido em: Área urbana, rural, área do Parque Nacional do Iguaçu, área da Ilha do Icaray e área da Ilha das Taquaras.

Combate ao bullying

O projeto elaborado pelo estudante Douglas Froelich, de 18 anos, agora é lei no Paraná. A proposta dele era instituir o Dia e a Semana de Prevenção e Combate ao Bullying no Estado, com ações relacionadas ao tema, e venceu o programa Geração Atitude. A lei foi sancionada pela governadora Cida Borghetti e publicada no Diário Oficial do Estado no dia 27 de setembro. Douglas é de Cruz Machado, região sul do Estado,