Oriovisto bravo

Nem esquentou a cadeira ainda e o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) já comprou briga com a mídia nacional. Ele desmentiu uma nota da coluna Radar, da revista Veja, a qual considerou “muito maldosa”. Ele confirma a informação de que pretende comprar um avião para se deslocar entre o Paraná e Brasília, mas que não tem “mais ligação com o Grupo Positivo há sete anos”. Disse que vai comprar a aeronave com o dinheiro que ganhou como empresário. “E para ganhar este dinheiro criei mais de 10 mil empregos e paguei (junto com meus sócios) centenas de milhões de reais em impostos. Cada centavo que será usado na compra deste avião foi ganho de forma honesta e com o suor de meu rosto".

E tenho dito!

Com do avião, o senador disse que livrará o Senado de custear suas passagens e que isso vai gerar economia aos cofres públicos. "Pelo mesmo motivo abri mão do auxílio mudança e auxilio moradia (…) O respeito ao dinheiro que vem dos impostos pagos por toda a população será sempre um valor fundamental durante o meu mandato", disse Oriovisto.

Hay gobierno…

Já o outro senador paranaense, Flavio Arns (Rede), publicou nota na qual informa que não fará oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), apesar da orientação do seu partido de que fará no Congresso Nacional “oposição democrática e firme” ao Executivo. “Tenho manifestado que minha postura no Senado não será de oposição ou situação, mas sim de posição a favor do Brasil”.

Evandro Roman

O deputado cascavelense Evandro Roman (PSD) prestou juramento de posse ontem (5) para seu segundo mandato na Câmara dos Deputados, em Brasília. Com 67.909 votos nas últimas eleições, Roman ficou com a primeira suplência e assume a cadeira do deputado Ney Leprevost (PSD), chamado pelo governador Ratinho Junior para a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

Compromisso

“Eu, o deputado Ney e o governador Ratinho Junior temos uma parceria e um compromisso de trabalharmos muito para construirmos juntos um novo Paraná e o Brasil que todos queremos, sem corrupção, sem privilégios e com respeito às pessoas”, disse Roman.

Pra sempre!

E por falar em Ratinho… Questionado ontem sobre a economia que o fim das aposentadorias aos ex-governadores poderia gerar aos cofres públicos, o governador reconheceu que era uma conta difícil, mas que agora o Estado vai “economizar para sempre”.

Novo hospital I

O convênio para a construção de um hospital em Capitão Leônidas Marques foi assinado pelo prefeito Claudio Quadri e os recursos no valor de R$ 6,6 milhões do Ministério da Saúde obtidos por intermediação do então deputado Alfredo Kaefer (PP) já estão depositados em uma conta específica na Caixa. A obra representa a consolidação de um antigo sonho da população.

Novo hospital II

A contrapartida da prefeitura para a consolidação do projeto é de R$ 1,6 milhão, que serão viabilizados pela Geração Céu Azul, associação entre a Neoenergia e a Copel, responsáveis pela construção da Usina do Baixo Iguaçu.

Novo hospital III

“Além de Capitão, moradores de toda a região precisam desse novo hospital. Temos um hospital antigo que já não atende a demanda e sofre com uma série de exigências dos órgãos fiscalizadores. Esse é o motivo da luta para a construção desta nova unidade”, disse o prefeito, que ainda reforçou o empenho de Alfredo Kaefer para viabilizar essa importante estrutura.

Posse OAB

A sessão solene de posse da nova diretoria e dos conselheiros da Subseção de Cascavel da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) será realizada nesta quarta-feira (6), às 19h30, no Teatro Municipal Sefrin Filho, em Cascavel. O advogado Jurandir Ricardo Parzianello Junior substituirá o advogado Charles Duvoisin para os próximos três anos.