Astronauta em Foz

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, estará em Foz do Iguaçu nesta sexta (16). Ele vem para a entrega de tecnologias do Programa Vila A Inteligente. A solenidade será às 11h. O evento marca o encerramento da primeira fase do Programa Vila A Inteligente, que consiste na entrega das tecnologias já instaladas (semáforos, luminárias e pontos de ônibus inteligentes, além do Centro de Controle e Operações). O objetivo do programa é testar a assertividade de soluções de cidades inteligentes em um espaço urbano real, com a experimentação e validação de tecnologias em benefício do bem-estar da população.

 

Investimentos

Produto de parceria entre Itaipu, PTI (Parque Tecnológico Itaipu), ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) e Prefeitura de Foz, inicialmente serão instaladas dez tecnologias, com investimento de mais de R$ 10 milhões. O Vila A Inteligente ainda integra as ações do Programa Acelera Foz, com o objetivo de diversificar a economia de Foz do Iguaçu e torná-la um polo de inovação e empreendedorismo.

 

Acordos

Desde o início do pagamento do auxílio emergencial pelo governo federal, em abril de 2020, só na 4ª Região da Justiça Federal (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) já foram ajuizadas 43.002 ações envolvendo o tema. Dessas, 21% foram extintas sem resolução de mérito, 14% aguardam julgamento e 65% foram concluídas (28.120 processos). Desses, 4.864 (17%) foram resolvidos por meio de acordos realizados com o auxílio dos Cejuscons existentes na 4ª Região da Justiça Federal.

 

Baixa vacinação

Até o fim desta semana, oito municípios têm de explicar ao TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) os motivos de um suposto baixo índice de aplicação das vacinas contra a covid-19 recebidas da Secretaria de Estado da Saúde. As prefeituras notificadas apresentam índice de aplicação inferior a 70% dos imunizantes enviados no painel de vacinação do Ministério da Saúde, que é alimentado pelas próprias administrações municipais.

 

Quem são

O levantamento foi concluído na última sexta (9). A pior situação naquele dia era a de Palmeira (58,70%), seguida de Candói (64,25%), Colorado (66,47%), Ivatuba (67,03%), Doutor Ulysses (67,67%), São Pedro do Iguaçu (67,94%), Tunas do Paraná (68,02%) e Lapa (68,05%). Os ofícios foram enviados aos prefeitos ainda no dia 9, com prazo de cinco dias para o envio dos esclarecimentos.

 

Bolsonaro

Internado desde a quarta-feira no Hospital Vila Nova Star (SP) por obstrução intestinal, o presidente Jair Bolsonaro está “evoluindo de forma satisfatória clínico e laboratorialmente”, informa o boletim médico divulgado no fim da manhã dessa quinta (15), acrescentando que está mantido o “planejamento terapêutico previamente estabelecido” e que “o presidente segue sem previsão de alta hospitalar”. Por enquanto, os médicos mantêm “tratamento clínico conservador”, ou seja, sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

 

Licença-prêmio do MP

Apesar dos apelos de diversas entidades, “passou” o projeto que cria a licença-prêmio a servidores do Ministério Público. Assim como fez com a lei que permitiu o aumento das custas dos cartórios, o governador Ratinho Junior devolveu no último dia 7 à Assembleia Legislativa a bomba sem sancionar nem vetar e, então, o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB), promulgou na última segunda-feira (12) a lei que cria o Estatuto dos Servidores do Ministério Público do Paraná.