Idosos e doentes crônicos podem fazer cadastro online para tomar vacina contra influenza em Foz

O novo formato substituirá o serviço feito pelo canal telefônico

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) implantou nesta quarta-feira (22) o sistema online de cadastramento para vacinação contra a gripe em idosos e doentes crônicos. Esses grupos devem acessar o site da Prefeitura de Foz do Iguaçu (https://www5.pmfi.pr.gov.br), clicar no banner “Central de Agendamento para vacina”, e preencher o formulário.
O novo serviço está disponível na página principal do site da prefeitura, com fácil visualização e uso. O novo formato substituirá o serviço feito pelo canal telefônico e será voltado exclusivamente para o cadastramento de pessoas a partir de 60 anos e portadores de doenças crônicas.
“Importante reforçar que o cadastramento é voltado somente para idosos que não receberam as doses da vacina e para os doentes crônicos não cadastrados nas unidades básicas de saúde. Portadores de doenças crônicas que participam do programa Hiperdia, não precisam agendar. As unidades irão até as residências desses usuários”, reforçou o Diretor de Atenção Básica, Ricardo Lacerda.
Importância
A medida também é fundamental para a comprovação do registro da população de Foz e da sua real demanda por vacina. A formalização dos dados pode contribuir para ampliar a remessa do produto para a cidade. As doses enviadas pelo Ministério da Saúde ao município levam em consideração a população estimada pelo IBGE, no censo realizado em 2012.
Conforme o levantamento, a cidade teria cerca de 20 mil idosos, mas o número deve chegar a 30 mil pessoas na faixa etária acima de 60 anos. “Temos um dado bastante defasado e que impacta significativamente na gestão das políticas públicas. A imunização é uma delas”, contou Lacerda.
Reflexo disso é a superação da meta estipulada pelo Ministério da Saúde com a marca de 108% de cobertura. Até agora foram vacinados cerca de 22 mil idosos. Esse grupo, que pertencia à primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação, continua recebendo a imunização mesmo com a abertura da segunda etapa da mobilização.
Nesta fase, são vacinados os profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A vacinação também está sendo feita por agendamento e nos locais de trabalho.
Inédito
Desde 23 de março até agora, a saúde já imunizou mais de 29 mil pessoas, em sistema de agendamento e de casa em casa. “Atualmente já foram vacinadas mais de 29 mil pessoas sem nenhuma ter ido na UBS. Isso é inédito. Vamos continuar buscando soluções, como o sistema online, para garantir a imunização da população”, concluiu Lacerda.
Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

4 × 1 =