Assim como a seleção feminina de handebol, a masculina também busca uma vaga inédita nas semifinais. Porém, a tarefa dos rapazes, que jamais tinham sequer passado de fase na história dos Jogos, é bem mais complicada. A equipe terá pela frente nas quartas de final a França, atual bicampeã olímpica e campeã mundial. Links handebol

APP RIO OLÍMPICO: Baixe grátis o aplicativo e conheça um Rio que você nunca viu

A partida acontece nesta quarta-feira, na Arena do Futuro, no Parque Olímpico da Barra, em horário ainda não determinado até o fechamento desta edição. Na segunda, os brasileiros perderam para a Suécia, por 30 a 19, pela última rodada do Grupo B. Assim, a equipe verde e amarela terminou a fase classificatória com duas vitórias, duas derrotas e um empate.

Já definido antes da partida como o terceiro colocado na chave e, consequentemente, classificado para o mata-mata, o Brasil entrou em quadra sem ambição e foi facilmente derrotado pelos eliminados suecos, vice-campeões em Londres-2012, mas que vencerem apenas os anfitriões nas cinco partidas disputadas no Rio-2016.

? É um feito histórico (a classificação para as quartas de final). Mas esse time é muito jovem. Nas duas últimas rodadas (empate contra Egito e derrota para a Suécia), nos faltou concentração e paciência. Depois que vencemos Polônia e Alemanha (número um do ranking mundial), ficamos eufóricos. É um time que ainda precisa amadurecer. Com certeza na próxima Olimpíada esse grupo vai crescer muito. Aí, sim, poderemos esperar mais dele ? avaliou o treinador. Apesar disso, ele deixa claro que o Brasil vai lutar até o fim. ? Se ganhamos da Alemanha, podemos também ganhar da França ? disse o treinador.

Conheça todos os esportes olímpicos da Rio-2016