Grêmio vai à Justiça pedir pontos do jogo com River

Porto Alegre – Revoltado com o que considerou “descumprimento do regulamento geral da competição e do regulamento disciplinar”, após a partida de volta da semifinal da Libertadores com o River Plate, o Grêmio confirmou, ontem, que vai pedir os pontos da partida realizada na Arena na noite de terça-feira.

Assembleia

O Tricolor gaúcho enviou uma comitiva à sede da Conmebol, em Assunção (PAR), para protocolar o pedido junto ao Tribunal Disciplinar da Confederação Sul-Americana por causa do técnico Marcelo Gallardo, que compareceu no vestiário e fez comunicação com sua comissão técnica via rádio. Tudo foi gravado por imagens no estádio – ele havia sido suspenso pela Conmebol na véspera do jogo.

Segundo os dirigentes gremistas, o River acabou infringindo o regulamento da Libertadores. Na avaliação dos advogados do Imortal, o caso é semelhante à escalação de um jogador irregular. “A tipificação do fato está devidamente comprovada no artigo 176 do regulamento geral da competição e artigos 19, 56 e 76 do regulamento disciplinar da Conmebol”, disse o Grêmio em nota oficial, citando também o primeiro gol dos argentinos: “além disso, o primeiro gol do River Plate ocorreu em condição irregular, sem qualquer participação ou interferência do VAR, embora constatada a ilicitude”.

Conmebol se antecipa

Antecipando-se ao Grêmio, a Conmebol abriu, ontem mesmo, processo disciplinar contra o River Plate e Marcelo Gallardo. Com isso, a diretoria argentina tem até amanhã para se manifestar diante do episódio. Nesta quinta-feira a Conmebol deve definir auditor responsável pelo processo. Um integrante do Tribunal Disciplinar será encarregado de analisar o relatório do jogo, que cita a infração de Gallardo, e também as provas anexadas pela equipe de arbitragem, delegados da partida e Grêmio. O clube gaúcho apresentou recurso pedindo pena severa ao caso. A unidade de Disciplina da Conmebol, um órgão que centraliza súmulas e faz repasse de demandas ao Tribunal, é tratado como braço jurídico independente dentro da entidade.

Unimed

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação