São Paulo – O governador Carlos Massa Ratinho Junior defendeu nessa terça-feira (27), na abertura do Siavs (Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura), em São Paulo, que o Brasil deve reforçar a imagem de grande produtor global de alimentos e reafirmou a necessidade da industrialização da produção agropecuária para agregar mais valor aos produtos do campo.

Ele destacou que o governo do Paraná trabalha para que o Estado alcance um novo ciclo de industrialização, com foco na produção agrícola, que seja capaz de atender a crescente demanda mundial por alimentos. Ele falou da vocação paranaense para o agronegócio e de investimentos a médio e longo prazo em infraestrutura e tecnologia (agritech) para incentivar ainda mais a produção e manipulação de proteína animal e de grãos.

Paraná

O governador ainda ressaltou que o Paraná tem 2,3% da área nacional plantada (sistema agrícola) e nesse espaço produz cerca de 17% dos grãos do País, além de possuir a segunda maior bacia leiteira, liderar a produção de proteína animal (frango, suíno e bovino), os índices de exportação de frango e estar entre os maiores produtores de suínos do País. “A estratégia é fazer com que toda essa produção passe por um processo de industrialização. Queremos exportar de forma industrializada porque isso gera emprego e também arrecadação de impostos”, complementou Ratinho Junior.

Siavs

A Siavs reúne 170 expositores e é a maior feira da cadeia produtiva de aves e suínos do País. São pelo menos 37 agroindústrias exportadoras de aves, ovos, material genético e de suínos. São aguardados 1,6 mil produtores rurais e 15 mil visitantes de mais de 50 países até esta quinta-feira (29).