Curitiba – Após vencer o Peñarol por 2 a 0 no primeiro jogo da segunda fase da Copa Sul-Americana, o Atlético-PR faz a partida de volta hoje no Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, no Uruguai. A vantagem conquistada no primeiro jogo dá segurança ao Furacão na disputa que vale vaga nas oitavas de final da competição.

O meia Raphael Veiga acredita em uma certa tranquilidade, porém, lembrou que a decisão tem mais 90 minutos pela frente.

“A gente está com a cabeça boa. Sabemos que construímos um bom placar no primeiro jogo, mas não está nada definido. É lógico que se a gente souber usar essa vantagem a nosso favor, a tendência da gente classificar é muito grande”, comentou o jogador.

Ainda que esteja confiante para o compromisso com o time uruguaio, Veiga destacou a força da torcida dos times latinos, que sempre empurram suas equipes com muita força. Ainda assim, garante que o Rubro-Negro vai fazer frente ao Peñarol, mesmo na casa do adversário.

“É sempre difícil jogar com essas equipes. O Peñarol é um dos grandes da América do Sul e sabemos que a torcida deles apoia muito, então já esperamos o estádio cheio. Mas eles vão encontrar um Atlético competitivo, que vai lá disposto a buscar a classificação”, finalizou.