A Cohapar avisa que termina nesta terça-feira (10) o prazo de inscrição para os interessados em morar em uma das 40 casas do Condomínio do Idoso em construção em Foz do Iguaçu. Podem participar da seleção pessoas a partir de 60 anos, com renda de um a seis salários mínimos e que não possuam casa própria. O investimento é de R$ 4 milhões.

O condomínio faz parte do plano municipal de habitação que já entregou 981 moradias em menos de um ano. A Cohapar está construindo um conjunto habitacional de 100 moradias para famílias de baixa renda, investimento de R$ 8,2 milhões. A segunda parte do plano municipal de habitação prevê a construção de mais 1,5 mil moradias através da Cohapar.

“Foz do Iguaçu é uma das poucas cidades do país que tem um plano habitacional com a construção de novas moradias e a regularização de imóveis. Temos excelentes parcerias com os governos estadual, através da Cohapar, e federal, que estão viabilizando a entrega das unidades habitacionais como o condomínio do idoso e os residenciais Boicy I e II”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

Como se cadastrar

Os idosos sozinhos ou em casal do condomínio, que deve ser entregue em 60 dias, podem se candidatar a uma moradia por meio do preenchimento da ficha cadastral disponível no site cohapar.pr.gov.br/cadastro. Aqueles que já se inscreveram devem conferir se os dados informados permanecem inalterados. Até o momento, 957 idosos possuem cadastro vigente dentro dos critérios de seleção do projeto.

Em caso de dúvidas ou dificuldades, o contato deve ser feito com a regional da Cohapar pelo número (45) 3333-1100, que funciona para atendimento telefônico e via WhatsApp. Também é possível se inscrever com a assistência do Fozhabita na rua Quintino Bocaiúva, 595, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

“Nós identificamos a dificuldade das pessoas idosas em fazer o cadastro devido a alguns fatores como, por exemplo, não saber mexer na internet e não ter computador. Por isso estamos disponíveis para realizar o cadastro dessas pessoas”, diz a diretora superintendente do FozHabita, Silvia Pallandi.

A seleção das unidades iniciará a partir da conclusão do empreendimento, que está com 97% do cronograma de execução concluído. Serão chamados candidatos inscritos até 10 de agosto, desde que comprovem renda mínima de um salário mínimo nacional, atualmente em R$ 1.100. A prioridade de atendimento será para residentes em áreas de risco ou em condições precárias, pessoas de menor renda, deficientes ou que pagam aluguel oneroso.

Moradias inclusivas

São 40 casas exclusivas para a terceira idade em formato de condomínio fechado. As unidades também serão entregues com piso, acabamentos e todas as instalações elétricas e hidráulicas necessárias para os moradores iniciarem a mudança de imediato.

As moradias têm 46 metros quadrados e foram construídas em duplas, conjugadas. São de alvenaria, inclusive a laje, com o intuito de permitir conforto térmico e acústico aos moradores. Os imóveis têm sala, cozinha, um quarto e um banheiro, além de lavanderia externa.

O condomínio conta ainda com diversos espaços de uso comum, incluindo uma horta comunitária, academia ao ar livre, quiosques, centro de convivência com biblioteca, cozinha com churrasqueira, banheiros, sala administrativa, salão de jogos e espaço de atendimento médico. O complexo é fechado com muros e conta com portaria e guarita 24 horas.

(Com informações da Agência Estadual de Notícias)