COTIDIANO

Foz do Iguaçu: Estação de Captação de Resíduos desperta a conscientização de moradores no bairro Monjolo

14 de junho de 2022 às 13:10
Publicidade

 

Entregue oficialmente nesta terça-feira (14) pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, a Estação de Captação de Resíduos no bairro Monjolo terá um papel fundamental na conscientização dos moradores sobre o descarte correto dos resíduos.

A estação foi instalada após as obras de drenagem no bairro, com o objetivo de diminuir os prejuízos causados pelos alagamentos que eram frequentes na região. Foram mais de 2,5 mil metros de tubulações, em 10 ruas, com 84 bocas de lobo, que junto com a estação, somam um investimento público de R$ 290 mil.

Toda água coletada pelas bocas de lobo é encaminhada à estação, que “segura” os resíduos, evitando que este material seja levado para o lago Monjolo. Nos últimos meses, 72 toneladas de lixo foram retiradas do local e encaminhadas ao aterro sanitário.

“Antes o que era escondido e descartado de forma irregular, passíveis de coleta seletiva ou de recolhimento de resíduos, agora pode ser visto nesta estação. O resíduo de dez ruas fica estampado para a população neste espaço, e toda a comunidade poderá ver o que esta sendo enviado para os nossos rios”, explica a secretária de Meio Ambiente, Angela Meira. “A partir disso, queremos que este espaço sirva de alerta e estimule novas práticas sobre o descarte correto de resíduos entre os moradores”, afirma.

Moradora do bairro há 42 anos, Ana Maria Jeziorske elogiou a iniciativa da prefeitura. Ela acredita que, através desta ferramenta, será possível mudar o comportamento das pessoas. “Falta muita conscientização dos moradores, porque alguns cuidam e outros não. Muitos ainda misturam lixo, jogam lixo na rua e tudo isso vai para as bocas de lobo. Estamos tentando fazer um trabalho de conscientização para mudar essa história”, comentou.

O gerente da Sanepar, Nilton Peres afirma que a estação é um dispositivo fundamental para manter a qualidade da água e o ambiente limpo. “Todo o material impróprio fica retido nesta estação, garantindo a qualidade da água que vai para o lago Monjolo e chega ao rio Paraná, que corta a cidade”, salientou.

Estudantes do curso técnico em Meio Ambiente do IFPR (Instituto Federal do Paraná) também acompanharam a entrega da estação, juntamente com representantes das secretarias de Meio Ambiente e Obras, Câmara de Vereadores e membros da associação de moradores.

Estação

O projeto foi desenvolvido e projetado pelo secretário de Obras, Cezar Furlan, e pelo arquiteto da pasta, Everson Laufer. O design da estação foi escolhido com a intenção de mantê-la aberta, o que torna possível a visualização da quantidade e dos tipos de resíduos que estão sendo descartados de modo irregular nas ruas do bairro.

O bairro Monjolo é atendido, em sua totalidade, pela rede de coleta e tratamento de esgoto e pela coleta de resíduos sólidos (coleta de recicláveis nas terças-feiras e coleta de rejeitos e orgânicos é diária).

Assessoria

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE