Estrada-Parque Caminho do Colono: a rodovia da preservação ambiental!

Opinião de Fabiano Carlo Cantini

Os dramas ambientais nas grandes cidades, inclusive, paranaenses são evidentes: acúmulo de lixo urbano, poluição do ar, poluição sonora, grandes problemas no esgoto sanitário e contaminação das nascentes de água.

E o principal fator é o crescimento demográfico das grandes cidades.

Em palavras simples, as referidas cidades vivem um caos com a urbanização acelerada e o crescimento populacional.

Desta forma, é ambientalmente correto e moderno manter as famílias, especialmente os jovens, nas suas cidades de origem.

E, para isso, é necessário oferecer condições de crescimento e de desenvolvimento econômico para as famílias das pequenas e médias cidades.

Portanto, quem defende a reabertura da estrada-parque Caminho do Colono está na vanguarda da proteção ambiental.

Ou seja, a rodovia ecológica impedirá que jovens saiam do sudoeste e do oeste do Paraná para aumentar o caos ambiental das nossas grandes cidades.

O caminho ecológico impedirá o êxodo dos jovens. Sempre ouço do meu pai que teve que deixar a nossa região porque lhe foi negada uma oportunidade exatamente no momento em que se fechava o principal elo entre os povos do oeste e do sudoeste do Paraná. Essa rodovia manterá a união familiar; além de desenvolver uma cultura ecológica.

Aliás, será o jovem, ligado à sua terra natal, que cuidará do Parque Nacional e criará um entorno ligado à agricultura familiar e orgânica.

O ambientalismo antigo e baseado no medo produziu êxodo juvenil, destruição das pequenas propriedades rurais, concentração de terra e sentimento de indiferença ambiental.

Nós, jovens moradores do sudoeste do Paraná, temos claro que o caminho ecológico é o único modo de proteger o Parque e, ainda, contribuir com equilíbrio ambiental nas grandes cidades do Paraná.

O novo ambientalismo é o ambientalismo de comunidade, onde o jovem é mantido no seio de sua família e a população local é chamada para preservar o meio ambiente na sua integralidade.

A estrada ecológica levará desenvolvimento sustentável para o interior e proteção ambiental para todo o Paraná.

Enfim, a estrada-parque Caminho do Colono é o caminho para a vida.

Fabiano Carlo Cantini é empresário de comunicação, morador do sudoeste do Paraná e integrante do Movimento pela Reabertura da Estrada Ecológica: Estrada-Parque Caminho do Colono

É necessário oferecer condições de crescimento e de desenvolvimento econômico para as famílias das pequenas e médias cidades

A estrada ecológica levará desenvolvimento sustentável para o interior e proteção ambiental para todo o Paraná

 



Fale com a Redação

2 × três =