ESPORTES

Escândalo no Paranaense

26 de março de 2018 às 11:18
Publicidade

O Ministério Público do Paraná investiga denúncia de manipulação de resultados no Campeonato Paranaense. A revelação foi feita no sábado (24) e tem como personagem central o lateral-esquerdo Thiaguinho, do Rio Branco, acusado pelo próprio técnico do time de Paranaguá, Leandro Ribeiro, de intermediar conversas com atletas do time para a entrega de partidas em favor de apostadores de sites internacionais.

Ribeiro entregou a denúncia ao MP na quinta-feira (22), um dia após o término da participação do Rio Branco no Estadual. Segundo a denúncia, Thiaguinho, que não disputou o segundo turno em virtude de uma contusão, teria sido procurado por um apostador para que conversasse com companheiros de equipe e oferecesse R$ 5 mil por jogador para aceitar que o Rio Branco perdesse suas partidas. A tentativa seria subornar quatro atletas.

Em conversas por WhatsApp, que acabaram vazadas, Thiaguinho admitiu que procurou o atacante Rodrigo Jesus e o goleiro Flay antes da derrota contra o Londrina por 4 a 1, na quarta-feira (21), pela última rodada da primeira fase do Paranaense, mas os dois teriam negado aceitar o suborno. Jesus foi o autor do único gol do Rio Branco e Flay foi o titular do time, depois de ficar na reserva em boa parte da competição.

O lateral-esquerdo alega ser inocente e que também não teria aceito a proposta, apesar de ter admitido que contactou os atletas.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE