Educação terá R$ 1 bi de investimentos em 4 anos

Os recursos fazem parte de um levantamento do Paço Municipal que apura os gastos de cada secretaria.

Com aprimoramento na educação e investimentos em infraestrutura, a educação de Cascavel atingirá até o fim deste ano a marca de R$ 1 bilhão. Os recursos fazem parte de um levantamento do Paço Municipal que apura os gastos de cada secretaria.

Ontem, com a presença do governador Ratinho Júnior (PSD), a prefeitura assinou mais um empréstimo, desta vez com o Banco do Brasil, no valor de R$ 28 milhões – recurso inteiramente reservado para obras do setor educacional. “É um investimento importante para melhoria de escolas e Cmeis – primeira e segunda etapas de obras. Também usaremos R$ 5 milhões para a compra de parques infantis, mobiliários e materiais para atender à demanda escolar. É uma conquista do prefeito Leonaldo Paranhos que foi em busca desse financiamento. Estamos felizes com esse investimento”, disse a secretária de Educação, Márcia Baldini.

O recurso será aplicado no Programa de Construção e Reforma de Unidades Escolares, Móveis, Equipamentos e Veículos da Secretaria de Educação. Serão construídos dois novos centros municipais de educação infantil: um no Jardim Faculdade e outro no Distrito de Rio do Salto.

Estão previstas reformas nas seguintes unidades: Cmei Arco Iris (Cancelli), Escola Municipal Maximiliano Colombo (Brasília), Escola Municipal Juscelino Kubitscheck (São Cristóvão), Escola Municipal Nicanor Schumacher (Neva), Cmei Valerio Baratter (Santa Felicidade), Cmei Castelinho (Interlagos), Escola Municipal Dulce Perpétua Piorezan Tavares (Brasília), Cmei Bairro Universitário, Escola Municipal Hermes Vezzaro (Santo Onofre), Escola Municipal Florêncio Carlos de Araújo Neto (Guarujá), Escola Municipal Maria Tereza Abreu de Figueiredo (Santa Cruz), Escola Municipal Francisco Vaz de Lima (Interlagos), Escola Municipal Aloys João Mann (Cancelli), Escola Municipal Edison Pietrobelli (Santa Cruz) e Cmei Espaço e Vida (Santa Cruz).

Com o dinheiro, a prefeitura pretende reformar o Ceavel (Centro de Aperfeiçoamento dos Servidores Municipais de Cascavel), no Bairro Parque São Paulo. A estrutura precisa ser adequada para receber eventos e cursos, pois está sem liberação do Corpo de Bombeiros.

Desde o início da gestão foram 45 obras de reformas e construções de estruturas municipais de ensino. Há ainda outras dez unidades em processo de execução, por meio do Projeto Escola Feliz: ação que trouxe maior comodidade nos ambientes escolares atraindo os pequenos estudantes e oferecendo melhores condições de trabalho aos funcionários da Educação. “Estamos fazendo de tudo para desenvolver a educação em nosso município. A meta é finalizar todas as obras e organizar as inaugurações. Estamos com obras importantes, como a construção da Escola Gladis Tibola e da Escola da Transparência. Em seguida começamos as demais obras que darão capacidade de ampliação de vagas na educação infantil e tempo integral”, acrescenta Márcia Baldini.

 



Fale com a Redação

19 − quatro =