Se foi o Outubro Rosa, assim como foi o Setembro Amarelo, Agosto Dourado, Abril Verde, Maio Amarelo e tantas outras cores que se atribuem aos meses do ano como forma de chamar a atenção da sociedade para problemas e lutas que existiam muito antes da pandemia, continuaram durante e vão continuar. Agora, o Novembro Azul vem dar aquele “puxão de orelha” nos homens que pouco se preocupam com a sua saúde e, no caso do câncer de próstata, ainda se escondem atras de preconceitos.

A SBU (Sociedade Brasileira de Urologia) está reforçando o alerta neste início de campanha sobre os impactos da pandemia da Covid-19, especialmente na realização de diagnósticos e de tratamentos do câncer mais comum entre os homens. A campanha mundial Novembro Azul, que começou em 2003, na Austrália, chama a atenção para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina.

As cirurgias para retirada da próstata por câncer tiveram redução de 21,5% na comparação entre 2019 e 2020, conforme os dados do Ministério da Saúde. As coletas do antígeno prostático específico (PSA) e de biópsia da próstata que, junto com o exame de toque retal, diagnosticam a doença, registraram quedas de 27% e 21%, respectivamente, como mostram as informações do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS.

Também houve diminuição ainda no número de consultas urológicas no SUS (33,5%). As internações de pacientes com diagnóstico da doença caíram 15,7%. As consultas com um urologista também sofreram queda. Até julho, foram 1.812.982, enquanto em 2019 foram 4.232.293 e em 2020, 2.816.326.

Os números, aparentemente “desinteressantes” para os homens apontam para outro alerta. A maioria dos pacientes masculinos, vítimas da Covid-19, que hoje receberão visitas de amigos e seus entes queridos no “Dia de Finados”, acabaram por perder a guerra contra o coronavírus porque o conjunto da sua saúde não estava bom e não teve força para este combate. O Brasil tem mais de 21,8 milhões de casos acumulados e 607 mil mortes por Covid-19, número que hoje serão ampliados com as novas atualizações. É claro que a saúde precisa de cuidado diário e homens e mulheres não precisam de meses com cores específicas para adotarem postura preventiva a partir de suas rotinas diárias e também pelo compromisso regular com exames e check-ups. Saúde para todos e o respeito àqueles que já descansam!