Brasília – A bancada do Paraná no Congresso Nacional – 30 deputados federais e três senadores – apresentou 20 emendas à proposta de LOA (Lei Orçamentária Anual) da União de 2019. Cabe à CMO (Comissão Mista do Orçamento) fechar o texto final, acolhendo ou não as emendas sugeridas.

As 20 emendas do Paraná representam R$ 2.644.628.521, mas apenas seis delas estão asseguradas no orçamento. São as chamadas emendas prioritárias ou impositivas, cuja execução é obrigatória. Juntas, as seis emendas equivalem a quase R$ 170 milhões. As áreas da saúde (R$ 41 milhões) e da segurança pública (R$ 40 milhões) ficaram com o maior volume de recursos entre as impositivas.

Cada um dos 594 parlamentares (513 deputados federais e 81 senadores) também pode apresentar até R$ 15,4 milhões em emendas individuais. Metade delas deve obrigatoriamente atender à área da saúde.

No pacote, o oeste do Paraná aparece com três emendas, mas nenhuma impositiva (obrigatória). Todas são da BR-163, duas delas já em andamento.

No orçamento de 2019, a bancada do Paraná ensaiou dar prioridade à área de agricultura, novamente, mas, por influência do governador eleito em outubro, Ratinho Júnior (PSD), a segurança pública ficou com uma reserva maior, R$ 40 milhões. Já a agricultura ficou com R$ 33 milhões.

A ideia de Ratinho Júnior é aplicar o dinheiro em centrais regionais de monitoramento, no âmbito de um programa que ele batiza de “Olho Vivo”. Ratinho estima que a instalação completa do “Olho Vivo” custará R$ 500 milhões, mas acredita que R$ 40 milhões, se liberados, já serviriam para tirar o programa do papel.

EMENDAS DE APROPRIAÇÃO/EMENDAS IMPOSITIVAS:

01 – Fomento ao Setor Agropecuário – Aquisição de Equipamento – R$ 33.122.281,00

02 – Estruturação da Rede de Serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) – R$ 19.506.240

03 – Aquisição de Veículos para o Transporte Escolar da Educação Básica – Caminho da Escola – R$ 36.000.000

04 – Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde – Aparelhamento SAMU – R$ 8.000.000

05 – Incremento Temporário ao Custeio dos Serviços de Atenção Básica em Saúde para Cumprimento de Metas – R$ 33.000.000

06 – Fortalecimento e Modernização das Instituições de Segurança Pública – Aparelhamento – R$ 40.000.000

EMENDAS DE APROPRIAÇÃO/EMENDAS NÃO IMPOSITIVAS:

07 – Construção de Contorno Rodoviário na BR-163 (Cascavel) – R$ 200.000.000

08 – Construção de Contorno Rodoviário na BR-376 – R$ 500.000.000

09 – Construção de Contorno Rodoviário na BR-277 (Irati) – R$ 150.000.000

10 – Construção de Contorno Rodoviário na BR-272 (Campo Mourão) – R$ 15.000.000

11 – Adequação de Trecho Rodoviário na BR-163, entre Toledo e Marechal Rondon – R$ 100.000.000

12 – Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde – R$ 20.000.000

13 – Adequação de Trecho Rodoviário na BR-163, entre Cascavel e Marmelândia – R$ 150.000.000

14 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica – R$ 200.000.000

15 – Modernização e Reaparelhamento do Aeroporto José Richa, em Londrina – R$ 260.000.000

16 – Construção de Trecho Rodoviário na BR-487, entre Porto Camargo e Campo Mourão – R$ 150.000.000

17 – Fortalecimento e Modernização das Instituições de Segurança Pública – Aparelhamento – R$ 500.000.000

EMENDAS DE REMANEJAMENTO:

18 – Construção de Contorno Ferroviário – R$ 50.000.000

19 – Construção de Contorno Rodoviário na BR-376 (Ponta Grossa) – R$ 150.000.000

20 – Reestruturação e Modernização de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica – R$ 30.000.000

Fonte: CMO