O secretário de Estado da Segurança Pública, Coronel Romulo Marinho Soares, se reuniu na manhã de ontem (11) com o prefeito Leonaldo Paranhos e autoridades da área de segurança pública em Cascavel, para alinhar o planejamento de ações para 2022 no município e região. Marinho apresentou um panorama das obras em andamento e licitações para a região, cujos investimentos do Governo do Estado, por meio da pasta, somam mais de R$ 31 milhões.

Também participaram do encontro o comandante do 5°CRPM, coronel Sergio Almir Teixeira, a delegada-chefe da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel, Mariana Manso Vieira, além do o secretário municipal de Segurança, Volmei dos Santos, do presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Cascavel, Sebastião Madril e do deputado estadual Adelino Ribeiro.

Na reunião foi assinado um Termo de Convênio entre a Secretaria e a Prefeitura para que guardas municipais sejam treinados pela Polícia Militar e possam ter um melhor nível operacional. Foi acertado também que a Guarda Municipal terá acesso a um sistema interno da Segurança Pública do Estado para consultas de nomes, placas de veículos e outras informações que precisam ser verificadas durante as abordagens a pessoas e veículos.

Além disso, o secretário Romulo Marinho anunciou que a Delegacia Cidadã, obra aguardada pela população há anos, finalmente vai sair do papel. O início da construção deve ocorrer até o dia 31 de janeiro. Questionado pela reportagem do O Paraná sobre a demora em começar a obra, tendo em vista que a assinatura da ordem de serviço ocorreu no dia 14 de agosto de 2021, o secretário respondeu o seguinte: “Não é que demorou, é que em função da pandemia, o construtor percebeu que os preços subiram. Nós tivemos que rever o orçamento, pedir ao governo mais recursos para que o empresário se propusesse a fazer. A gente venceu essas etapas somente agora e até o final deste mês a empresa se comprometeu com o Estado em iniciar a obra”, explicou.

O investimento para esta unidade é de R$ 7,3 milhões, oriundos de um acordo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Até o final do mês vamos iniciar a obra, que vai proporcionar à Polícia Civil de Cascavel trabalhar de forma integrada com a sociedade”, disse o secretário.

A reportagem também conversou com a delegada-chefe da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel, Mariana Vieira. Ela falou sobre os benefícios que a obra trará no desempenho das atividades dos policiais, e também no atendimento ao público. “Vai ser uma grande mudança para a Polícia Civil de Cascavel e também para a população. Hoje nós usamos um prédio que conta com mais de décadas, que já não abriga toda a nossa demanda necessária de polícia judiciária. Serão condições mais dignas de trabalho para os policiais e também para o atendimento dos cascavelenses”, disse.

ESTRUTURA

A previsão de entrega desta unidade é de 360 dias, contados a partir do início do serviço. O projeto conta com uma área de 1.791,23 m², no Padrão III, localizada na Rua Eduardo Tadeu Melani, nº 260, região central de Cascavel.

A Delegacia Cidadã reúne diversas especialidades da Polícia Civil em um único local, centralizando os serviços para a população. Outra diferença na estrutura é a acessibilidade para pessoas com dificuldades motoras e banheiros adaptados.

Além disso, terá espaços separados para atendimento seletivo às vítimas e agressores, em ambientes isolados para crianças, adolescentes, mulheres e idosos, e também inclui salas para advogados e para a Polícia Militar.

FOTO: SESP PARANÁ