Copas devem ser a novidade do automobilismo de Cascavel

Três Copas devem formar a temporada de Marcas 1.6 em Cascavel

Em reunião realizada com preparadores e alguns pilotos na noite da última quarta-feira, o Automóvel Clube de Cascavel recebeu como principal sugestão para a temporada deste ano a realização de Copas, deixando de lado a realização do Campeonato Metropolitano de Marcas.

A realização de três Copas foi sugestão do piloto Thiago Klein. Cada uma seria realizada com quatro provas de 20 minutos, mais uma volta, em um fim de semana. Quem somar maior número de pontos será o campeão. Thiago explicou que, assim, todos os pilotos estarão motivados para competir nas três provas, ao contrário do Metropolitano, que, a partir da segunda etapa, aqueles que não têm chances de título abandonam o campeonato.

O regulamento será o mesmo do Turismo Nacional e as categorias serão Classe 1 e 2 em uma prova e a Turismo em outra. Assim, o fim de semana teria oito corridas no Autódromo Zilmar Beux.

Thiago também usou como argumento para convencer os presentes à reunião de que, com as Copas, será mais fácil para o Automóvel Clube arrumar patrocínio para uma prova, com a empresa dando seu nome à Copa. Caso não tenha patrocínio, como vem ocorrendo nos últimos, o clube poderá homenagear uma personalidade do automobilismo, especialmente aquelas já falecidas e que muito contribuíram para o crescimento do automobilismo de Cascavel.

Próximos passos

Agora, o Automóvel Clube de Cascavel levará a sugestão à FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo) para a elaboração do calendário.

Orlei Silva, presidente do clube, explica que a ideia é realizar a primeira Copa nos dias 18 e 19 de abril. As outras seriam em programação conjunta com  Sprint Racer e com o Turismo Nacional.



Fale com a Redação

7 + dezessete =