Investimentos que devem chegar a R$ 25 bilhões, o traçado da Nova Ferroeste foi discutido na manhã desta sexta-feira (25) em Cascavel com a comitiva que, desde o início da semana realiza reuniões em vários municípios do Paraná.

O prefeito Leonaldo Paranhos, que no início da semana esteve em Curitiba no lançamento do novo traçado da ferrovia, disse que os novos trilhos da Ferroeste irão transformar e consolidar definitivamente a região Oeste.

“Será a transformação definitiva da nossa região no que diz respeito a mobilidade, ao transporte. Inclusive vai ter um reflexo direto na vida das pessoas porque nós teremos um resultado bastante positivo no que diz respeito à economia do transporte. Isso, evidentemente, impacta lá na ponta para os consumidores”, afirma

O coordenador do Plano Estadual Ferroviário, Luiz Henrique Fagundes, diz que um empreendimento desse porte vai transformar o Paraná e será uma solução nacional para o modal logístico. Os investimentos terão a participação do capital privado. “É um projeto absolutamente transformador e atrativo para o mercado de capital”, diz Fagundes.

O diretor-presidente da Ferroeste, André Gonçalves, diz que a estimativa com a nova malha ferroviária é a redução de até 30% no custo do transporte. “Isso potencializa a nossa região”, declara.

O projeto da Nova Ferroeste está em fase final dos estudos de viabilidade técnica e econômica e de impacto ambiental. Segundo o Governo do Paraná, Cascavel será o hub logístico da Nova Ferroeste. A previsão, de acordo com os estudos preliminares de traçado e demanda, é que o terminal de transbordo já instalado na cidade e que será revitalizado, conecte os ramais do Mato Grosso do Sul e de Foz do Iguaçu.