Toledo – Diante dos elevados valores cobrados na fatura de energia elétrica neste início de ano, Câmaras de Vereadores de toda a região oeste estão se mobilizando e unindo forças para propor um abaixo-assinado coletivo pedindo a redução imediata das tarifas.

O movimento começa a ganhar corpo em todo o oeste com discussão já pautada no Legislativo Municipal de Toledo já na próxima semana.

O movimento também já tomou corpo em Foz do Iguaçu onde, por iniciativa de uma moradora local, iniciou-se um processo eletrônico de coleta de assinaturas de populares alertando sobre o aumento desenfreado e discordando dos valores.

Para Toledo e região, um dos articuladores é o vereador Ademar Dorfschmidt, que afirma que a proposta já se estende para municípios como Guaíra, Terra Roxa, Marechal Cândido Rondon, Palotina, Toledo e possivelmente Cascavel. “Os moradores entraram em contato comigo e com outros vereadores do oeste e acabamos conversando, alinhando para criar uma comissão e fazer esse debate. A comunidade está se mobilizando e virá conosco. A comunidade está com raiva, em alguns casos o valor cobrado pela energia elétrica dobrou no Paraná (…) As Câmaras da região estão se envolvendo para esse abaixo-assinado coletivo que será enviado ao governo do Estado”, adianta o vereador.

“É uma causa de todos. A promessa de todos os governos é reduzir os impostos e os custos e não é isso o que está acontecendo. Já estamos mobilizados também para pedir a redução da taxa de esgoto e sobre a taxa mínima da água”, revela.

A mobilização também ganha repercussão pelas redes sociais. “Foi a convite da comunidade que nós, vereadores e vereadoras da região, estamos formando uma comissão para debater e fazer um ato de repúdio pelo alto custo da energia elétrica”, postou o vereador toledano.