A Campanha “16 Dias de Ativismo pelo fim da Violência Contra a Mulher” começou na segunda-feira (19) durante a Agenda Aberta itinerante em Vila Nova, em Toledo. Na ocasião, a Secretária de Políticas para Mulheres, Marisa Cardoso, fez a abertura da campanha para dar início aos 16 dias de atividades, conscientizando sobre as diversas formas de violência, como psicológica, sexual e financeira.

Marisa ressaltou o problema da violência doméstica, praticada por quem deveria amar e proteger a mulher. “A violência contra a mulher não é só física, como soco, tapa ou chute, mas também tem a violência psicológica, que é quando o agressor faz a mulher se sentir incapaz, priva sua liberdade, violenta seu direito de se sentir gente, isso leva a mulher ao sofrimento, à depressão”, esclarece a secretária.

Para a coordenadora de proteção à mulher, Terezinha Maciel, é importante divulgar a campanha para alcançar o maior número possível de pessoas na busca pela paz. “O fim da violência é um sonho para as mulheres. Infelizmente recebemos constantemente mulheres por telefone ou pessoalmente aqui na secretaria para solicitar ajuda. Agora o nosso objetivo é a luta”, declara Terezinha.

Marisa chama a atenção para a campanha do laço branco que será realizada em conjunto com a dos “16 dias de Ativismo”. A ação visa inserir os homens na campanha, utilizado um laço branco como símbolo da paz e comprometimento com a luta pelo fim da violência contra a mulher.