Curitiba – Quase 50 mil visitantes de diferentes nacionalidades puderam conhecer, na última semana, o encantamento que o Paraná proporciona – mas a 12,5 mil quilômetros de distância. O Estado foi o protagonista do Pavilhão do Brasil na Expo Dubai 2020, nos Emirados Árabes Unidos, entre os dias 10 e 16 de outubro. No total, 48.068 visitantes passaram pelo pavilhão ao longo dos sete dias da Semana do Paraná. O maior pico foi registrado na sexta-feira (15), concentrando 14.223 pessoas. Os dados são da Apex Brasil, organizadora do evento.

A sustentabilidade paranaense foi o foco da apresentação do Estado na feira, que tem como objetivo mostrar o desenvolvimento tecnológico dos países e discutir as perspectivas do futuro da sociedade. O evento, inaugurado em 1º de outubro, concentra 191 países em 181 dias de feira e espera receber um total de 25 milhões de visitantes no período – o equivalente ao público de uma Copa do Mundo por mês.

Para apresentar sua sustentabilidade, a exposição do Paraná apresentou destaques do Estado em 18 capítulos, passando por seu potencial do agronegócio, geração de energia e roteiros turísticos. A mostra teve o conceito “Wow! All Around”, frase em inglês equivalente a “surpresa por toda parte”, sugerindo as diversas formas de encantamento que o Paraná pode proporcionar a quem o visita.

Para Eduardo Bekin, presidente da Invest Paraná, o turismo paranaense foi um dos três grandes destaques da missão técnico-comercial em Dubai, ao lado dos setores de bem-estar e da tecnologia. A Invest Paraná foi a autarquia responsável pela organização do Paraná Business Experience, evento paralelo à Expo Dubai que procurou atrair novos investimentos, negócios e parcerias ao Estado.

O embaixador brasileiro nos EAU, Fernando Igreja, destacou que o protagonismo do Paraná em participar da feira certamente vai atrair novos visitantes que desconheciam a região. “Estar presente na Expo Dubai 2020 é uma grande iniciativa do Governo do Estado. Este é um local para que os países mostrem o que têm de melhor, e o fato do Paraná ser o primeiro Estado a se apresentar na exposição é muito importante, demonstra seu interesse em se internacionalizar, e usando a Expo, que é uma grande plataforma para isso”, disse ele.

Segundo a Apex Brasil, a Expo Dubai é uma oportunidade de fortalecer relações com os países do Conselho de Cooperação do Golfo, composto por EAU, Omã, Arábia Saudita, Qatar, Bahrein e Kuwait. Segundo a agência, são vários os exemplos de empresas brasileiras que fizeram um esforço de internacionalização e hoje estão consolidadas no mercado local.

A expectativa do órgão é que a Expo Dubai gere cerca de US$ 500 milhões de negócios em exportações para o Brasil, e em torno de US$ 10 bilhões em investimentos, com potencial para gerar mais de 20 mil novos empregos.

Voos diretos

Uma das possibilidades levantadas durante a semana foi de receber um voo direto entre Paraná e EAU. As potencialidades turísticas do Estado foram apresentadas em uma reunião do governador Ratinho Junior com executivos da Emirates Airlines, maior companhia aérea dos EAU. Atualmente, a empresa mantém com o Brasil a rota São Paulo-Dubai cinco vezes por semana. Segundo Bekin, Foz do Iguaçu seria uma das candidatas para uma nova linha, por ser um destino turístico nacional.