“Gra, você nunca está satisfeita?”

Sempre estou feliz. E sempre estou disposta a mais, pois tudo pode melhorar… afinal, para o alto não há limites.

Como ter essa força, essa certeza?

Precisa ativar o merecimento.

Se você não se sente merecedor, precisa resolver, precisa converter a informação.

Quem sente não merecimento tem culpa. Quem tem culpa tem pecado. Quem se sente pecador precisa resolver.

Qual é o seu pecado? Descubra! É isso o que te separa da vida que você quer ter.

Deus ama a todos de maneira equivalente, inclusive os pecadores.

Acorde!

Resolva as pendências!

Aquilo que não tem solução, solucionado está!

O maior pecado da maioria das pessoas são as reivindicações em relação aos pais. Muitos não entendem por que no fundo sentem que não merecem. A maioria não vê um motivo real que causa o sentimento. Porém, a alma sabe. A alma não tolera objeções aos pais. A alma não tolera exigências, cobranças, julgamentos ou críticas aos pais. Por mais que você tenha uma boa justificativa, o efeito das objeções é desastroso, é funesto.

Dos nossos pais nós já recebemos tudo e a função deles em relação a nós pode terminar no parto. Se você nasceu, eles já te deram tudo.

Todo o restante é secundário.

É comum que os pais deem muito mais: eles nutrem, protegem, educam, conduzem para a vida… cada um da sua maneira, cada um com seus contextos e suas memórias. É comum também que os filhos, mesmo tendo muito mais do que o fundamental (a vida), permaneçam exigindo dos pais mais e mais. Vivem comparando o que a mãe ou o pai fazem pelos outros irmãos, vivem numa ingratidão que faz adoecer.

 

Você pode começar agora a ter uma vida rica, abundante e exponencial. Ative o seu merecimento. Agradeça a vida, olhe para seus pais com respeito, com gratidão. Libere seus pais das suas exigências, diga a eles: “Eu vos deixo em paz. O que recebi é suficiente. O que me falta, agora eu mesmo faço. Por amor a mim, por amor a vocês, vou fazer algo bom! A vida que recebi não é em vão”, curve seu pescoço, respeite e honre seus portais!

Os pais sentem alívio quando os filhos tomam a própria vida, quando olham para frente, para a vida.

Os pais se sentem aliviados quando veem o sucesso dos filhos. Se sentem aliviados quando não são mais exigidos.

Cuide de você! Deixe seus pais em paz e você terá paz também.

E, quando estiver junto de seus pais, conte sobre suas conquistas, suas alegrias e também seus planos.

Agradeça pelo dom da vida. Peça-lhes a bênção. Porque, para o alto, não há limites!

Reveja a live desta semana: