Ecos de Minas

Não é de hoje que a eleição presidencial passa por Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do País e sede de articulações nacionais. As conversas mineiras – nem tão discretas como antigamente – avançam a ponto de indicar alguns planos partidários: O senador Antonio Anastasia (PSD-MG), ex-governador, pode ser indicado para desembargador; Isso abre caminho para o plano do presidente do PSD, Gilberto Kassab, que cerca o senador Rodrigo Pacheco (DEM), para filiá-lo ao partido com vistas à candidatura futura ao governo em 2026; e o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), continua citado nas rodas de Brasília como um potencial vice na chapa de Lula da Silva na disputa pelo Palácio do Planalto.

 

What?!

Em dado momento da reunião com Jair Bolsonaro, o diretor da CIA, William Burns, deu a entender que a inteligência de seu país tem muito a aprender com a do Brasil.

 

Bagagem extra

Mr. Burns é tão cauteloso quanto um chefe de Estado. Trouxe dos Estados Unidos seus alimentos e até a água que bebe para consumo aqui. E assim é por onde passa.

 

Aumenta o som

Uma provocação a la brazuca. O trompetista Fabiano Leitão apareceu na frente da sede da Embaixada americana em Brasília e tocou o Hino da Internacional Socialista.

 

Tropa de elite

A passagem do diretor da CIA por Brasília, e todos os seus cuidados por segurança, lembra o carinho que outro órgão, o FBI, tem por seus cães. Quando John Kerry visitou Brasília como chefe de Estado, o pastor alemão da polícia federal americana, farejador antibombas, só comia ervas finas fervidas em água mineral (trazida dos EUA, claro).

 

Só assistindo

O governador do DF, Ibaneis Rocha, se vê cercado de pré-candidatos a vice na sua chapa para a disputa do ano que vem. Não há certeza de que Paco Brito fica. Estão na fila as deputadas Celina Leão e Bia Kicis, a ministra Flávia Arruda e o senador Reguffe. E dois secretários já estão em campanha aberta: José Humberto, de Governo, e André Clemente, da Economia. Ibaneis segue num silêncio de Buda.

 

Elefante na sala

A situação do deputado federal Túlio Gadelha (PDT-PE) está estremecida no partido e ele está disposto a deixar a legenda para a alegria do presidente estadual Wolney Queiróz. Túlio tem diálogo suprapartidário e conversa até com expoentes do PL local.

 

Pesca mansa

O ex-deputado e ex-ministro palaciano Carlos Marun, que deixou o conselho da Usina de Itaipu, lançou um programa na internet. O “Pescador eco” mostra ser bom de pesca.

 

Ordem na costura

A ANTT informa que apura com a fábrica quantas jaquetas para fiscais foram entregues com a Bandeira do Brasil costurada invertida, com símbolo errado e a palavra “Orden”.

 

Aquela cena

Há um mistério sobre o laudo da morte do criminoso capturado Lázaro Barbosa. Seu corpo estava quase nu, envolto numa jaqueta da PM, quando foi jogado no rabecão.

 

Até nas férias

O advogado Kakay está visitando praia paradisíaca de Los Cabos, no México, e gritou Fora Bolsonaro do terraço de uma casa que alugou. Também posou com cartaz na areia.

 

Menu ativo

Nem tudo é crise e o setor gastronômico de Brasília avançou nesta pandemia em alguns pontos, e a Quadra 402/3 Sul pode ser a nova “Rua dos Restaurantes”. De um ano para cá, surgiu ali a Peixaria Ueda, uma casa de carnes argentinas, uma hamburgueria artesanal, além dos tradicionais Lakes, Nipon e Dom Francisco.