COLUNAS

Coluna Esplanada: Ironia, Bolsolão   

02 de junho de 2022 às 08:28
Publicidade

Arsenal

Diante do cenário praticamente irreversível de disputa direta entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL), estrategistas das duas pré-campanhas intensificam o arsenal de ataques para tentar desgastar a imagem e aumentar a rejeição do adversário. Como ponto de fuga para a crise dos combustíveis, Bolsonaro vem associando o PT ao endividamento da Petrobras nas gestões de Lula e Dilma. Outra aposta da campanha do presidente é “relembrar” o País de personagens vinculados a Lula que tiveram seus nomes envolvidos em casos de corrupção, como o ex-ministro José Dirceu e outros.

 

Bolsolão

O PT, por sua vez, batizou de “Bolsolão” peças de divulgação e vídeos que remetem aos escândalos no MEC, compras suspeitas de tratores, ônibus escolares e caminhões de lixo, além de favorecimento de congressistas aliados.

 

Ironia

Lula e Bolsonaro também vão acentuar os ataques irônicos reiterados recentemente. “Bolsonaro não dormiu ontem à noite”, disse Lula após divulgação de pesquisa. “Quero saber se convidou pobre”, provocou Bolsonaro sobre o casamento do petista.

 

Toalha

Atabalhoada, a carreira política do ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, pode estar com os dias contados. Com resistência no União Brasil para lançar sua candidatura ao Senado, o antes presidenciável cogita jogar a tolha e não disputar a eleição deste ano.

 

Domiciliar

Mais de 33 mil brasileiros apoiam o projeto (PL 1338/2022) que regulamenta a prática do homeschooling. A proposta que autoriza educação domiciliar foi aprovada em maio na Câmara dos Deputados. Pouco mais de 29 mil pessoas votaram, até ontem, contra o projeto na Consulta Pública aberta há cinco dias pelo Senado.

 

Relator

O projeto é relatado na Comissão de Educação pelo senador Flávio Arns (Podemos-PR). A oposição atua para protelar a análise do projeto. O PT apresentou requerimento no colegiado – ainda não votado – com pedido de realização de oito audiências públicas para discutir o texto.

 

Correligionário

Candidato ao Governo, o senador Rodrigo Cunha (UB-AL) iniciou a pré-campanha em Alagoas conquistando apoio de correligionário do clã Calheiros. Em visita ao município de Boca da Mata, a 70 km de Maceió, Cunha conquistou o apoio do prefeito Bruno Feijó, filiado ao MDB.

 

Repasse

O Ministério Público Federal pediu esclarecimentos ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e ao Governo do Estado de Pernambuco sobre o repasse de R$ 1 bilhão do Governo Federal para o enfrentamento das chuvas no Estado. O MPF quer rastrear os recursos liberados e saber onde estão sendo efetivamente aplicados.

 

Como assim?

Estudo realizado pela International Budget Partnership (IBP), instituto que reúne especialistas internacionais em finanças públicas, apontou o Brasil como um dos melhores países em transparência orçamentária. O resultado coloca o Brasil em 7º lugar entre 120 países pesquisados. A colocação contraria o senso comum do brasileiro, para quem o orçamento público é uma das principais fontes de desvios.

 

A cura da terra

A ativista e comunicadora Samela Sateré Mawé, em parceria com a Alianima – organização que atua na agenda da proteção animal e ambiental–, lançam amanhã o vídeo-manifesto “Povos Indígenas: A cura da terra” para a Semana Mundial do Meio Ambiente 2022, data liderada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), que terá como mote o tema “Uma só Terra”.

 

Confiança

O Índice de Confiança Empresarial (ICE), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 2,9 pontos de abril para maio. É a terceira alta consecutiva do indicador, que atingiu 97,4 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos, o maior nível desde outubro de 2021 (100,4 pontos).

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE