Coluna Esplanada do dia 31 de maio de 2019

Cada um por si

Centro Optico Parana

Patriotismo nessa reforma é palavra inexistente do vocabulário. O que se viu até agora é uma batalha de vários segmentos da sociedade, cada um tentando salvar a si – o sacrifício é sempre para o outro. Passou de 80 o número de emendas apresentadas à PEC da Reforma da Previdência em tramitação na Comissão Especial da Câmara Federal. Terminou ontem o prazo para a apresentação de sugestões de mudanças no texto. Líder do Cidadania (ex-PPS), o deputado Daniel Coelho (PE), por exemplo, protocolou emenda que retira servidores municipais e estaduais da reforma.

Equação política

Ele conseguiu 191 assinaturas e pontua que o objetivo da emenda é transferir para governadores, prefeitos, deputados estaduais e vereadores a responsabilidade de se articularem para alterarem as regras de seus funcionários públicos.

Caixa na rabeira

Alguns governadores e prefeitos têm se posicionado contra a reforma, mas defendem as alterações por enfrentarem problemas financeiros das Previdências de seus estados.

Renegado

Aécio Neves que ore muito. Hoje, nenhum partido – nem o seu PSDB – o quer filiado em seus quadros. Tampouco o Cidadania (ex-PPS), do presidente Roberto Freire.

Fala, Freire

Em nota à Coluna, Freire “nega qualquer tratativa no sentido de filiar o deputado”. O partido “busca e tem conseguido trazer para seus quadros novas lideranças que contribuem com o novo momento, que é o da renovação política”.

Feminismo

O ministro do STF Luís Roberto Barroso e a socióloga e cientista política Jacqueline Pitanguy vão debater hoje o tema Direitos e Conquistas na Constituição de 1988 e desafios nos tempos atuais, no Centro Cultural da Justiça Federal, no Rio.

Mais uma

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça acolheu pedido da Aliança Controle do Tabagismo e notificou a cigarreira Souza Cruz para esclarecer sobre uma suposta publicidade dos produtos em eventos para jovens.

Cochilo…

A convocação do chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na CCJ da Câmara expôs, de novo, a fragilidade da base. Apesar de ter maioria no colegiado, a mesma que aprovou com folga o texto da reforma da Previdência, os governistas – em especial líderes – “cochilaram” e não marcaram presença para derrubar o requerimento da oposição.

…e tiro no pé

Restou ao ministro Onyx e ao porta-voz da Presidência confirmarem a ida do chefe da Casa Civil. Mas a oposição vai azucrinar: a pauta é o decreto de posse e porte de armas.

Tributação

Diretor do Centro de Cidadania Fiscal, ex-secretário executivo da Fazenda e idealizador do imposto único, o economista Bernard Appy pontua que, além da tributação do consumo, é preciso modificar a tributação sobre a renda e o trabalho para “corrigir distorções que geram problemas de eficiência econômica e de distribuição de renda”.

Pior não fica

“É quase impossível piorar o sistema tributário brasileiro. Vivemos num país em que a alíquota para quem ganha R$ 6 mil é maior do que para quem ganha R$ 20 mil. Não é de estranhar que tenha tão pouca gente de alta renda querendo ser empregado formal”.

***Pistola$

A Mesa Diretora da Câmara vai despachar ao Ministério da Justiça requerimento de informações destinado ao ministro Sérgio Moro para que explique a compra de 106 mil pistolas para a Força Nacional e polícias civis dos estados no valor de R$ 444 milhões. O pedido é do líder do PT, Paulo Pimenta (RS), que cobra estudos técnicos que embasaram a decisão e os nomes das empresas, do Brasil e exterior.

***Jornalistas na OAB

O presidente da seccional Rio de Janeiro da OAB, Luciano Bandeira, nomeou os jornalistas Yacy Nunes, Daniela Sholl e Luiz Antonio Ryff como consultores nacionais da Comissão de Direito Constitucional, por indicação da advogada Vânia Aieta,

Mosquito da dengue nas áreas externas

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação